Brasileiros gastam 127 minutos por dia no trânsito

Brasileiros gastam 127 minutos por dia no trânsito
Maioria das pessoas não sabe dizer quanto gasta mensalmente com transporte

Existe um consenso de que o brasileiro adora carros. No entanto, uma pesquisa feita pela 99 em parceria com o Ipsos aponta uma possível mudança nesse cenário. Dos entrevistados que possuem veículos, 30% abririam mão dele para utilizar outros meios de transporte; além disso, 16% já se desfizeram do carro próprio nos últimos 5 anos, do quais 5% decidiram por uma questão de estilo de vida e 11%, para reduzir os gastos. O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) indica queda de 30% nas emissões de carteiras de motorista nos últimos 3 anos.

Ainda segundo o estudo, se mais pessoas soubessem o quanto gastam todos os meses com transporte, talvez já tivessem se desfeito de seus automóveis. A maioria dos 1,5 mil brasileiros entrevistados (62%) sequer tem noção do quanto gasta todos os meses com deslocamento, quando a média nacional, sem considerar diferenças por classe social, é de R$ 211 mensais.

Ao analisar o gasto por classe social, os números variam bastante. Classe A: R$ 446; classe B: R$ 302; classe C: R$ 181; e classes D e E: R$ 158. Vale a pena ressaltar que esses números representam a média brasileira, já que o valor entre os proprietários de carro pode chegar a R$ 2.090,58. O curioso é que, independentemente disso, a maior parte dos brasileiros passa bastante tempo no trânsito, deslocando-se de casa para o trabalho e vice-versa: 1h20.

Como era de se esperar, as classes C, D e E levam mais tempo: 130 minutos. A classe B gasta 124 minutos e a classe A, apesar de demorar consideravelmente mais, leva 94 minutos todos os dias para chegar ao trabalho e voltar. A variação aparece também na divisão por região, com Sudeste e Nordeste como campeões isolados: 144 minutos e 132 minutos, respectivamente.

A questão do tempo não é um problema exclusivo dos carros, já que boa parte dos entrevistados usa em média três modais de transporte toda semana. Entre as mais comentadas estão caminhada (70%), ônibus (46%) e, é claro, carro particular (43%). Curiosamente, apesar de serem ainda uma novidade no cenário, formas alternativas de deslocamento, como carros por aplicativo, já aparecem sendo usados no dia a dia por 18% dos consultados pela pesquisa.

Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre como a mobilidade pode melhorar os espaços.

Fontes: 99, Ipsos.

Evento de Mobilidade - Evento de Mobilidade - Summit Mobilidade Estadão