Dia do Gari é celebrado em 16 de maio: saiba mais da função

16 de maio de 2023 4 mins. de leitura

O Dia do Gari é celebrado anualmente para recordar o papel dos profissionais de limpeza pública na sociedade

Publicidade

Os profissionais de limpeza pública geralmente são invisibilizados por uma parcela da sociedade. Porém, dada sua importância para a manutenção e o bom funcionamento das cidades, eles possuem uma data para chamar de sua: o Dia do Gari, comemorado anualmente no dia 16 de maio.

Dia do Gari: entenda sobre sua importância para a sociedade

Para que a sociedade mantenha-se organizada, uma série de profissões e ocupações são necessárias. Entre elas, está a dos profissionais de limpeza pública, popularmente chamados de garis.

E por que esse nome? No Brasil, a palavra gari é derivada de um sobrenome. No passado, pelos idos de 11 de outubro de 1876, o francês Pedro Aleixo Gary, que morava no Rio de Janeiro, fez um apelo ao Ministério Imperial.

Pode-se dizer que Gary foi o primeiro a montar uma empresa para coleta de lixo, assinando um contrato com o Império para realizar a limpeza pública e o recolhimento dos resíduos descartados, desde em praias e até em habitações localizadas no município, então capital do império português no Brasil.

Leia também:

É a partir de então que convencionou-se chamar de garis as pessoas contratadas pelas prefeituras para limparem e organizarem as vias públicas. Para notar a necessidade desse processo, basta observar o entorno durante uma paralisação do serviço de coleta pública de lixo. Sem os garis, o que é descartado amontoa-se pelos cantos, por vezes atrapalhando as vias e calçadas.

E o acúmulo de lixo gera não apenas desorganização, como também é uma questão de saúde pública. Isso porque o serviço de limpeza urbana também contribui com os esforços de outros órgãos e autoridades para controlar e prevenir doenças contagiosas.

Foi o caso da pandemia da covid-19, em que máscaras descartáveis passaram a compor os resíduos sólidos, acumulando-se inclusive em vias públicas.

Anualmente, a cada dia 16 de maio, comemora-se o dia do gari
Anualmente, a cada dia 16 de maio, comemora-se o Dia do Gari. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Evolução do trabalho dos garis

Desde sua origem, a função de gari passou por algumas transformações, incluindo trabalhos até então não realizados. É o caso da coleta seletiva, que recolhe para fins de reciclagem determinados rejeitos que podem ser reaproveitados, como são os casos do plástico, do vidro e do papel, entre tantos outros.

Dessa forma, além da coleta de resíduos orgânicos e sólidos, materiais que podem ganhar vida e serem reciclados passaram a estar na mira dos profissionais de limpeza pública.

No Dia do Gari, profissionais de limpeza permanecem invisibilizados

Apesar de terem uma data para recordar sua existência, esses profissionais ainda convivem com uma rotina permeada pela invisibilidade. Tanto é que a questão foi pauta de uma dissertação de mestrado, escrita pelo psicólogo social Fernando Braga da Costa.

Costa trabalhou como gari semanalmente, durante seis anos. Em 2002, defendeu sua dissertação intitulada “Garis: um estudo de psicologia sobre invisibilidade pública (2002)”. No trabalho, o psicólogo social narra sua trajetória durante esse tempo.

No resumo da pesquisa, que consistiu em um estudo etnográfico a partir da observação participante, ele explica que “a invisibilidade pública é cegueira psicossocial, parece ser tanto mais automatizada quanto menor for o sentimento de comunidade que o cego tenha com o indivíduo que não foi visto”.

Com o estudo, o profissional alertou sobre a discriminação e a rejeição pelas quais os garis vivenciam sua rotina laboral diária. De modo geral, a função é considerada de forma equivocada como socialmente inferior, por lidar, entre outras coisas, com o que vai para o lixo.

A pesquisa foi originada a partir de uma avaliação exigida pelo então professor orientador de Costa, que estimulou os alunos a realizarem uma tarefa considerada proletária, e que não exigisse educação superior. A partir do trabalho como gari, o psicólogo social observou a condição moral e psicológica de seus colegas, parte composta por grupos considerados minoritários, embora não o sejam, entre eles nordestinos e pessoas pretas.

Fonte: Associação dos Servidores do Incaper (Assin), Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal, Instituto de Psicologia da USP, Repositório da Produção USP

179980cookie-checkDia do Gari é celebrado em 16 de maio: saiba mais da função

Webstories