Volkswagen planeja lançamento de carro elétrico popular para 2020

11 de dezembro de 2019 3 mins. de leitura
A ideia é manter o conceito dos carros populares com valores compatíveis aos lançados no exterior

O setor de carros elétricos promete novidades para o próximo ano. A Volkswagen planeja lançar o seu novo carro, o ID.3, já em 2020. A ideia é que o modelo elétrico mantenha o conceito das opções populares e o seu preço seja similar ao dos veículos já lançados: e-up! e e-Golf, cujos valores estão em torno de US$ 30 mil.

Conheça o maior e mais relevante evento de mobilidade urbana do Brasil

Segundo informações da própria marca, os automóveis elétricos tendem a oferecer mais benefícios quando comparados aos modelos movidos à base de combustíveis fósseis. Sua distribuição elétrica visa permitir um desempenho compatível, sem emissão de poluentes.

Após a demonstração da marca no Salão de Frankfurt, sabe-se que o design e tamanho do ID.3 são similares aos de um Golf, mas com o interior mais espaçoso.

Foi revelado, também, que haverá possibilidades de diferentes tamanhos de roda (aros entre 18’’ e 20’’) e opções com teto solar panorâmico. A versão básica deve trazer GPS, rádio digital e aquecimento de bancos e volante. Possibilidades de faróis e luzes de LED, câmera de ré e monitor de faixa de rolamento também foram apresentadas.

Carros elétricos: o investimento vale a pena?

Antes de adquirir um carro elétrico, é recomendável ponderar suas vantagens e suas desvantagens, principalmente quando se trata de locais e situações a que ele será exposto. Para quem realiza viagens longas e com difícil acesso à eletricidade, por exemplo, a opção pode não ser muito favorável.

Por isso, recomenda-se a análise de fatores como as distâncias que serão percorridas no dia a dia, a duração da bateria, seu custo de carregamento e a vida útil do motor, que podem ser relevantes e devem ser avaliados com cautela.

(Fonte: Volkswagen Newsroom/Divulgação)

O mercado de carros elétricos no Brasil tem crescido nos últimos anos. Atualmente, além de ser uma alternativa mais sustentável em termos de emissão de poluentes, os preços estão caminhando para um estágio mais popular, tornando a ideia mais acessível e fazendo dos veículos elétricos uma possibilidade real frente a outros modelos.

Segundo informações cedidas por Jochen Sengpiehl, chefe de marketing da Volkswagen, ao “Jornal do Carro”, do Estadão, o modelo ID.3 não deve vir para o Brasil. Sengpiehl declarou que, pela análise da marca, os modelos híbridos são mais adequados ao mercado brasileiro, e outras opções em desenvolvimento, como o I.D Crozz, fariam mais sentido às necessidades dos usuários do País.

Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre como a mobilidade pode melhorar os espaços.

Fontes: The Verge, Volkswagen Newsroom, Jornal do Carro.

Gostou? Compartilhe!