Acidente de moto: 7 formas de prevenir

26 de outubro de 2021 4 mins. de leitura
A manutenção constante do veículo e o uso de equipamentos de segurança estão entre as formas de prevenir acidentes de moto

Os acidentes de trânsito têm-se tornado cada vez mais frequentes, sendo até pauta de discussão da Organização Mundial da Saúde (OMS). Os casos envolvendo motos têm recebido uma atenção especial, visto que dispararam desde o início da pandemia, gerando um impacto de mais de R$ 279 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Todavia, existem alguns cuidados apontados por especialistas que os motociclistas podem ter quando estiverem na direção, cuidando de si e de outras pessoas envolvidas no tráfego. Confira algumas delas.

1. Mantenha sua moto em boas condições

A manutenção das motos deve ser feita de forma preventiva, e não apenas quando surgir um problema. (Unsplash/Reprodução)

O primeiro ponto necessário para evitar acidentes no trânsito é ter o veículo em boas condições. Por isso, é preciso que a manutenção seja feita de forma constante nas motos. O motociclista deve voltar sua atenção para pneus, freios, faróis, óleo do motor, entre outros aspectos. 

2. Use os equipamentos de segurança

O uso de capacetes é obrigatório por lei. (Unsplash/Reprodução)

O uso de equipamentos de segurança pode salvar vidas e devem ser utilizados por todos os condutores. Além do capacete, é interessante que os motociclistas utilizem luvas, óculos de sol, roupas impermeáveis e sapatos adequados. 

3. Concentre-se no trânsito

O foco deve ser mantido no trânsito e nos agentes envolvidos. (Unsplash/Reprodução)
O foco deve ser mantido no trânsito e nos agentes envolvidos. (Unsplash/Reprodução)

Durante a direção, é necessário que o condutor volte sua atenção apenas para o trajeto. Normalmente, algumas pessoas podem não prestar tanta atenção em rotas diárias por terem a sensação de que já conhecem o caminho. 

Entretanto, é necessário lembrar que eventualidades podem acontecer e que o trânsito muda constantemente devido a uma série de fatores, como acidentes e obras. 

4. Redobre os cuidados nos semáforos

Grande parte dos acidentes envolvendo motos são ocasionados durante os cruzamentos. (Unsplash/Reprodução)
Grande parte dos acidentes envolvendo motos são ocasionados durante os cruzamentos. (Unsplash/Reprodução)

Respeitar a sinalização dos semáforos é essencial para evitar acidentes. Porém, é preciso que o motociclista tenha ainda alguns cuidados adicionais, como a atenção redobrada durante as paradas no sinal vermelho. 

Segundo José Eduardo Gonçalves, diretor-executivo da Abraciclo, em entrevista para o Estadão, o condutor não deve dar a partida no veículo no mesmo instante em que o sinal ficar verde, visto que alguns carros ainda podem passar em alta velocidade, ocasionando um acidente. 

A recomendação do especialista é que os motociclistas aguardem de dois a três segundos antes de continuarem seu trajeto. 

5. Atente-se aos corredores

A direção entre duas faixas é recomendada apenas em casos específicos. (Unsplash/Reprodução)
A direção entre duas faixas é recomendada apenas em casos específicos. (Unsplash/Reprodução)

Os corredores podem apresentar um grande risco para os motociclistas e exigem atenção total para evitar acidentes. Andar entre dois automóveis só é recomendado em casos em que o trânsito estiver lento ou parado, mantendo uma velocidade de no máximo 45 quilômetros por hora.

Geraldo Simões, instrutor de motociclismo, também em entrevista para o Estadão, alerta para a direção da moto entre um carro e uma calçada. Ele diz que o condutor jamais deve se colocar nessa situação, visto que em casos de queda no meio-fio, a fratura pode levar à morte. 

6. Respeite os pedestres

Respeitar os pedestres é essencial durante o tráfego. (Unsplash/Reprodução)
Respeitar os pedestres é essencial durante o tráfego. (Unsplash/Reprodução)

No trânsito, é preciso que os motoristas de qualquer tipo de veículo demandem atenção com os pedestres para evitar atropelamentos ou outros tipos de incidente. Alguns cuidados básicos são: respeitar a faixa de pedestres, manter uma velocidade dentro do permitido nas ruas e deixar o farol da moto aceso o tempo inteiro.

7. Não se exponha a ventanias ou tempestades

Durante chuvas, as lâmicas de água podem tornar as ruas escorregadias. (Unsplash/Reprodução)
Durante chuvas, as lâmicas de água podem tornar as ruas escorregadias. (Unsplash/Reprodução)

As motos estão mais propensas a sofrer com as mudanças do tempo, uma vez que são mais leves e ficam mais expostas do que os carros. Por isso, é preciso que os motociclistas evitem dirigir durante ventanias e tempestades, visto que eles podem perder o equilíbrio.

Entretanto, em casos emergenciais em que não é possível esperar o tempo melhorar, é necessário que a velocidade esteja reduzida para possibilitar contornar situações de risco caso elas apareçam. 

Fonte: Estadão, Beta Educação.

Este conteúdo foi útil para você?

115970cookie-checkAcidente de moto: 7 formas de prevenir