Apps facilitam o uso intermodal do transporte

8 de abril de 2020 4 mins. de leitura
Mais de 60% das pessoas precisam trocar de transporte para fazer um único trajeto nas maiores capitais brasileiras

Caminhar, pedalar, pegar metrô, ônibus ou carona compartilhada. Qual é o meio mais rápido e econômico de se deslocar nas grandes cidades? Dificilmente uma resposta satisfatória envolverá somente uma dessas opções.

Conheça o maior e mais relevante evento de mobilidade do Brasil

O Relatório Global sobre Transporte Público 2019, realizado pelo app Moovit, aponta que 73% dos deslocamentos em Salvador envolvem duas ou mais baldeações, enquanto em Fortaleza, Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, mais de 60% das pessoas precisam trocar de veículo durante uma viagem.

O transporte intermodal, a combinação de mais de um tipo de veículo no deslocamento, é uma tendência que promete minimizar os problemas de mobilidade urbana. Muito mais que uma simples integração entre diferentes tipos de transporte, a intermodalidade aproveita as características próprias de cada modal para uma melhor eficiência nos deslocamentos.

Inovações tecnológicas como Internet das Coisas (IoT), Big Data e geolocalização têm permitido a aplicativos oferecer, de forma precisa, informações sobre rotas mais baratas ou rápidas, com mais de um tipo de transporte. Confira algumas ferramentas.

Leve-me

(Fonte: Leve-me/Reprodução)

O aplicativo Leve-me oferece informações de serviços de transportes público e privado (como metrô e ônibus), assim como de bicicleta para o passageiro escolher a melhor rota. O app está disponível apenas na cidade de São Paulo e mostra, em tempo real, os deslocamentos dos ônibus, bem como a situação do trânsito ao redor e a operação do sistema de trens e metrôs.

Um dos diferenciais do Leve-me é a possibilidade de carregar o cartão de Bilhete Único diretamente pelo aplicativo, sem necessidade de pegar filas nos terminais de atendimento. O app também conta um sistema de pontos que podem resultar em prêmios nas promoções realizadas pela plataforma.

Citymapper

(Fonte: Citymapper Limited/Gilbert Wedam/Reprodução)

Em Londres, o Citymapper oferece um passe mensal com valor fixo, que permite a utilização combinada de diversos modais. No Brasil, a venda de passes não é realizada, mas é possível traçar rotas combinadas de ônibus, trem, metrô, transporte por aplicativo, bicicleta e caminhada.

O app permite às pessoas verificarem os horários e a localização de veículos de transporte público, a previsão de tempo e o custo do transporte privado de apps, além da localização e disponibilidade de bicicletas compartilhadas.

O Citymapper está disponível apenas para a cidade de São Paulo, em forma de aplicativo para celular e em site na internet. A plataforma tem um serviço de alertas integrado aos órgãos oficiais de mobilidade pública.

Quicko

(Fonte: Quicko/Reprodução)

O Quicko também oferece trajetos combinados entre ônibus, trem, metrô, aplicativos de transporte e de localização de bicicletas compartilhadas, com informações em tempo real dos horários de partida do transporte público e de previsão de chegada.

O aplicativo também indica onde é possível fazer paradas durante o percurso para que o usuário faça atividades complementares. O app apresenta um diferencial em dias de chuva: mostra onde é possível alugar um guarda-chuva, em parceria com a Rentbrella.

Uber Transit

(Fonte: Uber/Reprodução)

A Uber fechou parceria com a Secretaria Estadual de Transportes Metropolitanos de São Paulo para exibir informações sobre linhas de ônibus, metrô e trem diretamente em seu app de transportes. O usuário pode comparar as opções disponíveis e planejar viagens combinadas entre o transporte público as modalidades “UberX” ou “Uber Juntos”. O aplicativo mostra as melhores rotas para se chegar ao destino, além de instruções de caminhada para os pontos de embarque e desembarque.

Moovit

(Fonte: Moovit/Reprodução)

Veterano entre as plataformas de mobilidade urbana que oferecem trajetos intermodais, o Moovit está presente em 98 países e em mais de 3 mil cidades, 137 delas no Brasil. A plataforma pode ser acessada por aplicativo móvel e site.

O app oferece o serviço de orientação por realidade aumentada, permitindo localizar com exatidão os pontos de ônibus e as estações de trem e metrô, como também de bicicletas compartilhadas.

Em parceria com a TomTom e a Microsoft, o Moovit lançou em Londres um planejador multimodal com informações sobre trânsito e estacionamento, possibilitando a combinação de trajetos de carros particulares com transporte público, bicicletas e patinetes.

Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre como a mobilidade pode melhorar os espaços.

Gostou? Compartilhe!