Carros elétricos ou híbridos: qual modelo escolher?

28 de novembro de 2019 3 mins. de leitura
Aprenda a identificar a melhor opção para o seu perfil considerando as inovações do setor automobilístico

Os avanços tecnológicos estão cada dia mais presentes na rotina dos brasileiros e, quando atrelados a questões econômicas e ambientais, tendem a ganhar ainda mais atenção da população. Atualmente, existem diversas opções de veículos desenvolvidos para reduzir os impactos ao meio ambiente com a utilização de mecanismos de energia limpa, sem perder potência e autonomia, facilitando o dia a dia dos motoristas.

Conheça o maior e mais relevante evento de mobilidade do Brasil

Com isso, na hora de adquirir novos veículos, muitos brasileiros têm optado pelos carros híbridos e elétricos, o que permite que esses modelos deixem de ser apenas coadjuvantes entre as opções mais populares. Se você ainda tem dúvidas de qual modelo escolher, entenda as principais diferenças.

Carros elétricos

Como o próprio nome diz, são automóveis movidos exclusivamente por energia elétrica, pois a bateria é recarregada quando conectada a uma fonte de eletricidade. Além de ser considerado não poluente, o carro elétrico trabalha com baixo desperdício de energia.

Apesar disso, os altos preços ainda são uma grande barreira para a venda dos veículos que utilizam apenas eletricidade como combustível, tornando-os uma alternativa menos atraente para o consumidor. Com zero emissão de CO2, certamente seriam apropriados para substituir a frota de veículos convencionais, mas ainda sofrem com a atual produção de energia, que se mostra insuficiente para abastecer 100% da demanda.

Carros híbridos

(Fonte: Pixabay)

Os automóveis híbridos têm duas fontes de energia para rodar: uma  elétrica e outra à base de combustíveis fósseis, como gasolina e etanol. Devido a isso, emitem menos gases de efeito estufa e, consequentemente, poluem menos do que os convencionais. Hoje, existem três modelos disponíveis.

Híbrido paralelo

Tem dois motores (elétrico e a combustão) que trabalham de forma paralela para gerar tração nas rodas, fazendo com que o carro entre em movimento.

Híbrido série

Sua fonte de energia é feita em série e seus motores atuam de forma individual; um é responsável pela tração e outro pela alimentação da bateria.

Híbrido misto

O automóvel que utiliza esse padrão de energia é independente, ou seja, entende as condições do percurso e define qual fonte é mais adequada para o melhor desempenho.

Qual modelo escolher?

Na hora de se decidir, é importante refinar sua busca, selecionando o modelo mais adequado às suas necessidades e ao local onde vive. A indústria automobilística sofre constantes mudanças para melhorar a qualidade de vida das pessoas e de um mundo mais consciente, com zero emissão, por isso é necessário estar atento às novas opções do mercado.

Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre como a mobilidade pode melhorar os espaços.

Fontes: The Guardian, Estadão Economia e Negócios.

Gostou? Compartilhe!