Entraves que podem tornar ciclovias e ciclofaixas ineficientes

13 de março de 2020 3 mins. de leitura
É preciso muita cautela para implantar melhorias de maneira adequada e segura

Ciclovias e ciclofaixas são uma excelente maneira de transformar a cidade em um espaço mais sustentável e seguro; afinal, quando ciclistas têm locais apropriados para locomoção, sentem-se mais livres para se deslocarem com mais frequência e ficam menos sujeitos a acidentes.

Conheça o maior e mais relevante evento de mobilidade do Brasil

Todo o município tem a ganhar com isso: o aumento do uso de bikes pode ajudar a reduzir a poluição e manter a população mais ativa. Mas, como nem sempre essas melhorias são instaladas e geridas da melhor forma, acabam se tornando ineficientes.

Muitas cidades apenas acrescentam ciclovias e ciclofaixas onde é mais fácil e não se preocupam com a manutenção delas. É importante lembrar que é necessário ter muita cautela antes de escolher o lugar por onde a ciclovia passará e a estrutura que a comporá, já que esse caminho será colocado entre carros e pedestres, que já têm uma relação conflituosa; as vias não devem oferecer caminhos ruins e pouco eficientes e precisam ser pensadas para não gerarem atritos.

A disputa de espaço, especialmente entre as bicicletas e os carros, é um dos mais flagrantes desafios da mobilidade: um descuido pode ser fatal para o ciclista. Segundo dados do Infosiga, houve aumento de 9,25% no número de colisões entre automóveis e bicicletas de 2017 para 2018 em São Paulo.

As autoridades precisam se preocupar com a forma como as ciclovias e ciclofaixas serão implementadas e, em especial, como será feita a separação entre os espaços reservados para cada meio de transporte. Desníveis, blocos de concreto ou apenas um pequeno espaço pintado são mais preocupantes do que se pode imaginar, daí a importância de uma sinalização clara e eficiente, casada com campanhas permanentes de conscientização. É fundamental também realizar estudos de redução de velocidade dos automóveis nas vias em que há intenso tráfego de bicicletas.

(Fonte: Pexels)

Infraestrutura

O espaço ao redor das ciclovias também demanda atenção. É comum encontrar lixeiras ou postes no meio do trajeto ou um caminho para pedestres que os obriga a invadir a faixa dos ciclistas. Há áreas para estacionamento tão próximas às vias que, com um pequeno descuido, ao abrir a porta do carro é possível causar um acidente grave.

Mesmo quando as ciclovias e ciclofaixas são bem projetadas e pensa-se nos melhores trajetos, com comunicação e sinalização eficientes, pode haver problemas com a manutenção. Um estudo do fim de 2018, realizado pela Associação de Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade), apurou que 40% das ciclovias da cidade de São Paulo (SP) estavam em más condições na época. O descuido se manifesta na forma de rachaduras no piso, tinta desbotada e ruínas de sinalização, convertendo em um grande problema aquilo que era para ser uma solução.

Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre como a mobilidade pode melhorar os espaços.

Gostou? Compartilhe!