O que é Desenvolvimento Orientado pelo Transporte?

26 de janeiro de 2022 4 mins. de leitura
Entenda o conceito que tem ganhado atenção de especialistas em mobilidade urbana

O conceito TOD (Transit Oriented Development ou Desenvolvimento Orientado ao Transporte, em tradução livre) vem ganhando uma grande atenção entre especialistas de mobilidade urbana nos últimos anos. Isso é motivado principalmente pelo foco na redução dos veículos particulares e na concentração da população próxima aos meios de transporte disponíveis na cidade. 

Como exemplo, é preciso que os gestores frente ao desenvolvimento urbano criem políticas públicas de incentivo à moradia no entorno de estações de ônibus e metrôs, uma vez que isso vai facilitar o deslocamento das pessoas que moram na região e possibilitar a redução de carros e motos nas ruas. 

São Paulo tem utilizado o TOD para determinar ações e incentivos da cidade. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)
São Paulo tem utilizado o TOD para determinar ações e incentivos da cidade. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

O conceito também estimula a verticalização nos grandes centros urbanos e o uso de meios de deslocamentos verdes, como caminhadas, bicicletas e patinetes elétricos. 

No Brasil, algumas cidades já incluíram o TOD em seus planos diretores e estão desenvolvendo projetos que tornem as cidades ainda mais sustentáveis e inteligentes. Como exemplo, segundo o blog Urban System, desde 2004 São Paulo tem investido na melhoria do seu transporte e na aproximação entre moradores e locais de trabalho.

Em uma cidade onde os engarrafamentos são frequentes e mais de 11 milhões de pessoas moram, um planejamento focado em reduzir os deslocamentos é primordial para a mobilidade do município. 

Como forma de auxiliar as cidades na aproximação de seus valores e projetos do TOD, o Instituto de Políticas de Transportes e Desenvolvimentos (ITDP) lançou um manual com oito passos básicos que devem ser seguidos pelos órgãos municipais durante a elaboração de suas políticas. 

São eles: 

  1. Caminhar — o primeiro passo é estimular os moradores a cumprir parte de seus deslocamentos a pé para desafogar o trânsito e os sistemas de saúde. 
  2. Pedalar — incentivar a população a priorizar o uso de bicicletas em curtas e médias distâncias. 
  3. Conectar — integrar todos os modais de transporte disponíveis para facilitar a locomoção dos cidadãos. 
  4. Transporte público — oferecer transportes públicos de qualidade que façam os moradores o considerarem como a melhor opção para grandes deslocamentos. 
  5. Misturar — estimular o desenvolvimento de diversas regiões com a criação de comércio, escolas e postos de saúde. 
  6. Adensar — como no tópico anterior, a ideia é oferecer todos os serviços essenciais às pessoas, incluindo o trabalho, na região de moradia para evitar a dispersão em massa para outros locais. 
  7. Compactar — reorganizar bairros, ruas e avenidas para diminuir ainda mais o tempo de deslocamento.
  8. Mudar — fazer que toda a sociedade crie bons hábitos de caminhar, pedalar e utilizar os espaços públicos da cidade para lazer e recreação. 

Cidade exemplo do conceito TOD 

Rionegro se tornou um case de sucesso após mudanças em sua estrutura urbana. (TripAdvisor/Reprodução)
Rionegro se tornou um case de sucesso após mudanças em sua estrutura urbana. (TripAdvisor/Reprodução)

No mundo todo, diversas cidades já incluíram o conceito TOD em seus planejamentos urbanos. No entanto, algumas tiveram resultados tão positivos que se tornaram um grande exemplo para outros locais, como é o caso de Rionegro, na Colômbia. 

Nos últimos anos, a cidade colombiana mudou completamente o desenho urbano ao aumentar em aproximadamente 4 mil m² os espaços públicos destinados para a população se locomover e praticar atividade física. Em conjunto, o município investiu fortemente em um transporte público integrativo e inteligente, capaz de deslocar milhares de pessoas todos os dias.

Isso possibilitou que Rionegro criasse zonas de estacionamentos regulamentados, onde foram definidas regiões específicas para que a população deixasse os seus veículos. Além disso, segundo o Movimento Somos Cidade, os gestores públicos do local ainda estão com planos de construir um metrô de superfície nos próximos anos para melhorar ainda mais a mobilidade da cidade. 

Dessa forma, apesar de ainda ter um longo caminho pela frente, o Brasil tem grandes chances de reverter diversos problemas urbanos ao se inspirar neste e em outros cases de sucesso espalhados pelo mundo. 

Fonte: Mobilize, Somos Cidade, Universidade Corporativa do Transporte, Urban Systems.

Este conteúdo foi útil para você?

125640cookie-checkO que é Desenvolvimento Orientado pelo Transporte?