Painel discute mobilidade e planejamento urbano

19 de maio de 2021 4 mins. de leitura
Palestra internacional e novo episódio de websérie também marcaram a manhã do terceiro dia do evento

O painel de abertura do Estadão Summit Mobilidade Urbana 2021 debateu, nesta manhã, o tema “planejamento urbano e mobilidade”, no qual foram discutidas soluções para os deslocamentos nas grandes cidades.

Larissa Campagner, diretora de desenvolvimento da São Paulo Urbanismo, ressaltou a importância da inclusão do tema nos planos diretores dos municípios. Segundo ela, a mobilidade impacta a vida da população de diversas formas, desde cargas de mercadorias até o deslocamento individual de cada cidadão.

Portanto, a inclusão e a revisão nos planos diretores deve ser feita de forma participativa e pautada em um diagnóstico técnico, visto que diversos pontos precisam ser analisados, como o uso e a ocupação do solo, bem como o desestímulo ao uso do automóvel particular. 

Outra questão debatida na abertura foi a concentração de empregos no centro das cidades, ao passo que a maior parte da mão de obra reside nas periferias. Para Alejandra Maria Devecchi, gerente de planejamento urbano da Ramboll Brasil, essa dissociação causa um deslocamento diário de milhares de pessoas para o centro, culminando em um fluxo que pode ser caótico. 

Segundo a convidada, é necessário aproximar a população do centro, a partir da construção de moradias em edifícios abandonados ou em áreas que não estão em utilização.

Gustavo Partezani Rodrigues, diretor do Instituto Urbem, também fez contribuições para a discussão. Para ele, as cidades têm diferentes tipos de escala em seu interior, e as oportunidades de emprego e lazer mudam de acordo com as regiões.

Eletrificação nas cidades

Marcus Regis, coordenador executivo da Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica (PNME), falou sobre a mobilidade elétrica. Para ele, a eletrificação do transporte pode ser muito importante na hora de repensar as cidades, visto que ela dá mais qualidade de vida para as pessoas, revitaliza áreas centrais, melhora a questão climática e de saúde pública. Marcus ainda ressaltou que o tema deve deixar de ser visto como algo utópico para passar a ser uma solução para as cidades.

O painel teve mediação do jornalista Paulo Fávero. (Summit Mobilidade Urbana/Reprodução)
O painel, que foi mediado pelo jornalista Paulo Fávero, abordou os principais temas envolvidos na mobilidade urbana. (Summit Mobilidade Urbana/Reprodução)

Cidade de 15 minutos

Um dos principais destaques desta manhã foi a palestra de Carlos Moreno, professor da Universidade de Paris Pantheon Sorbonne, que falou sobre o tema “cidade de 15 minutos”, inspiração para o mundo todo neste momento.

O conceito, que está se tornando cada vez mais popular, foi desenhado para a capital francesa e prevê o acesso dos moradores aos serviços essenciais em no máximo 15 minutos a pé de suas residências. 

Segundo o especialista, o projeto é fruto da necessidade de repensar as cidades e diminuir as emissões de gases poluentes na atmosfera. Para ele, é necessário que a sociedade mude a sua mentalidade para conseguir desenvolver as cidades sustentáveis. A palestra contou com diversos dados e informações sobre a história e o desenvolvimento do projeto na França.

As novas vozes da mobilidade

O terceiro episódio da websérie As novas vozes da mobilidade abordou as dificuldades que deficientes visuais enfrentam durante a pandemia e apresentou a solução Guia Para Todos Verem, desenvolvida por João Novochadlo e Mateus Silva. Nela, são centralizadas as informações da crise provocada pelo novo coronavírus, tornando-as acessíveis ao se adequar à tela de computadores e de telefones desses usuários. 

Segundo Novochadlo, o guia surgiu devido ao desafio que os deficientes visuais estavam passando para ter acesso à informação durante a crise sanitária. Atualmente, o guia conta com informações sobre sintomas, tratamentos, audiolivros, lives, boletins, entre outros conteúdos.

Ainda para o desenvolvedor, essa é uma forma de democratizar a tecnologia e ajudar a resolver um problema social que não abrange apenas pessoas com deficiência, mas toda a sociedade.

O Estadão Summit Mobilidade continua até sexta-feira (21). Inscreva-se agora. O evento é online e gratuito!

Este conteúdo foi útil para você?

105000cookie-checkPainel discute mobilidade e planejamento urbano