99Moto: Mulheres são as que mais utilizam o aplicativo no Brasil

18 de março de 2024 4 mins. de leitura

Empresa, que está presente em 3.300 municípios brasileiros, quer fazer parcerias com fabricantes para melhorar ainda mais a segurança de pilotos e usuários Por Dante Grecco As mulheres são maioria entre os usuários do aplicativo 99Moto. De acordo com informações divulgadas pela própria empresa, elas representam 59% do público que utiliza o serviço em todo […]

Publicidade

Empresa, que está presente em 3.300 municípios brasileiros, quer fazer parcerias com fabricantes para melhorar ainda mais a segurança de pilotos e usuários

Por Dante Grecco

As mulheres são maioria entre os usuários do aplicativo 99Moto. De acordo com informações divulgadas pela própria empresa, elas representam 59% do público que utiliza o serviço em todo o Brasil.

 

66% das corridas realizadas com 99Moto são feitas fora das regiões mais ricas nas principais capitais onde o serviço opera. Foto: Divulgação 99

Segundo Luís Gramper, diretor de Duas Rodas na 99, “as mulheres se sentem mais seguras na garupa de uma moto do que dentro de um carro. Num carro, ela está fechada com uma pessoa estranha e, numa moto, é mais fácil de sair, caso seja necessário. O modal é também uma alternativa ao transporte público, onde também existem muitos problemas de segurança para a mulher, e ainda é uma opção para quem não quer fazer uma distância curta a pé”.

Estas informações foram divulgadas na última terça-feira, dia 12, em coletiva de imprensa realizada no Rio de Janeiro, quando a 99Moto completou dois anos de operação no País. “Nesse período, tivemos um forte crescimento e hoje estamos presentes em mais de 3.300 municípios brasileiros”, disse o porta-voz da empresa.

Na ocasião, também foram divulgados outros dados que revelam o perfil dos usuários do aplicativo no País. Confira:

As corridas percorrem uma distância média de 6 quilômetros, têm duração média de 11 minutos e custam cerca de 30% a menos que as feitas por carros de aplicativo

66% das corridas são realizadas fora das regiões mais ricas nas principais capitais do País, o que faz do serviço uma solução para as pessoas que precisam acessar o sistema de transporte público

57% das pessoas que utilizam o app têm entre 24 e 44 anos de idade

57% têm renda familiar de até R$ 2.000

66% dos passageiros usam a modalidade para ir e voltar do trabalho

64% utilizam para momentos de lazer

Fonte: 99Moto

Segurança

Um ponto sensível deste tipo de transporte é a segurança, tanto do piloto como do passageiro. Nesse quesito, segundo Gamper, a empresa oferece mais de 50 funcionalidades e tecnologia para verificação dos condutores e passageiros, além de treinamentos e dicas de condução segura.

De acordo com dados apresentados por Luís Gamper, cerca de 99,99% das corridas são finalizadas em segurança, sendo 14 vezes mais seguras do que as viagens de moto realizadas sem o aplicativo.

A comparação é feita a partir de estudo que mostra que o DPVAT paga 57,7 indenizações por milhão de viagens em motos em geral, enquanto o aplicativo recebe uma média de 4,1 pedidos para a modalidade de moto.

Mas, para melhorar ainda mais esse quesito, de acordo com o executivo, estão previstas parcerias com fabricantes para que possam oferecer motos mais robustas aos condutores.

Transporte de passageiros com motos no Brasil

Embora o aplicativo esteja presente em todas as grandes cidades brasileiras, por ora (por uma questão de regulamentação), ele ainda não funciona em São Paulo. No entanto, ele opera em todas as cidades da região metropolitana de São Paulo.

O transporte de passageiros com motos por aplicativos estreou no Brasil em 2020. Entretanto, a profissão de mototaxista já era popular e regulamentada no País há bastante tempo. De acordo com dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em 2021, existiam mais de 222 mil mototaxistas em todo o País.

Assim como o táxi, o serviço de mototáxi é regulamentado pela prefeitura de cada município. Praticamente todas as cidades das regiões Norte e Nordeste têm serviços de mototáxi. Contudo, a cidade de São Paulo proíbe o mototáxi nas ruas da capital. A principal alegação das autoridades refere-se à segurança dos passageiros, principalmente por que os acidentes com motos têm aumentado na cidade.

Atualmente, o serviço de transporte de passageiros com motos por aplicativos também não é permitido na capital paulista. Embora esteja presente em mais de 3 mil cidades e em outras capitais, as viagens de moto por aplicativo continuam suspensas a pedido da prefeitura de São Paulo. Apesar de a 99Moto e Uber Moto funcionarem em toda a região metropolitana, as corridas não podem nem mesmo ter como destino final a capital paulista.

Outras capitais, como Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Manaus, Recife e Salvador, autorizam os serviços de mototáxi e também dos aplicativos.

205550cookie-check99Moto: Mulheres são as que mais utilizam o aplicativo no Brasil

Webstories