Como funciona a bicicleta com esteira, que viralizou na internet

12 de outubro de 2020 3 mins. de leitura
Na bicicleta Lopifit, criada por um inventor holandês, a pessoa caminha em uma esteira em vez de pedalar, e um motor auxilia o movimento

Por mais que a caminhada seja uma boa opção de mobilidade ativa, em geral atende a distâncias menores do que a bicicleta. Porém, o inventor holandês Bruin Bergmeester criou uma solução inusitada para esse problema, unindo as duas formas de locomoção: uma bicicleta com esteira.

Conheça o maior e mais relevante evento de mobilidade urbana do País

A bicicleta Lopifit tem um guidão, mas não tem pedais. Ela se move conforme o usuário caminha na esteira elétrica acoplada. Um sensor registra o movimento e ativa o motor elétrico de 350 W. 

Essa assistência elétrica, somada à caminhada, faz com que o veículo se mova tão rápido quanto uma bicicleta comum: é possível alcançar até 25 km/h na bike com esteira. Outro benefício da Lopifit em relação à caminhada é ter a mesma sensação de vento no rosto de uma bike.

É possível regular a velocidade do motor elétrico por um seletor no guidão (Fonte: Lopifit/Divulgação)
É possível regular a velocidade do motor elétrico por um seletor no guidão. (Fonte: Lopifit/Divulgação)

Uma alternativa séria de mobilidade

Desde os primeiros protótipos, divulgados em 2016, a bicicleta com esteira chamou a atenção do público e se tornou notícia em diversos países. E os desenvolvedores veem o produto como o futuro da mobilidade urbana. 

Um motor elétrico auxilia o deslocamento, tornando a caminhada tão rápida quanto pedalar
Um motor elétrico auxilia o deslocamento, tornando a caminhada tão rápida quanto pedalar. (Fonte: Lopifit/Divulgação)

Isso porque, com a assistência do motor elétrico, a Lopifit permite ao usuário se deslocar por grandes distâncias (até 55 quilômetros com uma carga), mesmo com uma caminhada tranquila: o usuário pode controlar a resposta do motor elétrico por uma marcha no guidão, para ir mais rápido sem precisar correr. 

É possível regular a velocidade do motor elétrico por um seletor no guidão (Fonte: Lopifit/Divulgação)
É possível regular a velocidade do motor elétrico por um seletor no guidão. (Fonte: Lopifit/Divulgação)

Caso o freio seja acionado, o motor elétrico é desligado e, para acioná-lo novamente, é só continuar andando na esteira. Além disso, há uma função que “segura” o veículo em descidas. 

A solução, de certa maneira, lembra os patinetes elétricos, que também permitem o deslocamento com rapidez por médias distâncias, mas sem pedalar. A vantagem é que, com a Lopifit, é possível se exercitar no caminho. 

Um exercício com menos impacto

Menina de short e regata andando na bicicleta com esteira
É possível andar por até 55 km, em velocidade de 25 km/h, com uma carga. (Fonte: Lopifit/Divulgação)

Um argumento bastante utilizado pelos desenvolvedores para divulgar a Lopifit é que a caminhada causa menos impacto em ossos e articulações do que pedalar.

Além disso, eles afirmam que o deslocamento na bike com esteira é mais confortável, tanto porque ficar sentado por muito tempo no banco de uma bicicleta comum pode causar dores quanto porque o auxílio do motor elétrico torna o deslocamento mais simples, principalmente em subidas.

Conheça o índice que mede a usabilidade de bikes nas cidades

Desde que os primeiros protótipos começaram a chamar a atenção da internet, a Lopifit recebeu algumas melhorias — como baterias maiores e freios mais fortes — e começou a ser vendida em diversos países. O veículo é mais presente na Europa e nos Estados Unidos, mas também é possível encontrá-lo na Amazon e em algumas lojas brasileiras. 

Fonte: Deutsche Welle

Conheça o Estadão Summit Mobilidade Urbana

Gostou? Compartilhe!