Doha inaugura novas estações de metrô com layout inovador

21 de novembro de 2020 4 mins. de leitura
Catar cria sistema de transporte público eficiente, confiável e atrativo para reduzir dependência dos automóveis

Catar está dando os primeiros passos para montar um sistema de mobilidade urbana mais eficiente. O país, que é altamente dependente dos automóveis, recém-inaugurou uma rede metroviária de última geração, que se tornará a espinha dorsal do transporte público em seu território.

Conheça o maior e mais relevante evento de mobilidade urbana do Brasil

A capital catariana, Doha, colocou em funcionamento 37 estações novas de metrô, divididas em três linhas com uma extensão total de 76 km. Essa é apenas a primeira fase do ambicioso Projeto Ferroviário Integrado do Catar (QIRP), que tem metas a serem alcançadas até 2030.

A proposta integra um esforço para receber eventos internacionais. Além de sediar corridas de Fórmula 1, o Catar será a sede da Copa do Mundo de 2022 e anunciou a candidatura de Doha para sediar as Olimpíadas de 2032. 

Metrô de Doha

Arquitetura das estações combina tradição do país árabe com modernidade. (Fonte: UNStudio/Divulgação)
Arquitetura das estações combina tradição do país árabe com modernidade. (Fonte: UNStudio/Divulgação)

O sistema de metrô de Doha opera quase que totalmente de forma subterrânea e é composto de 110 trens automatizados de última geração divididos por classes. A sua rede metroviária atende toda a maioria das localidades da capital de forma rápida e conveniente, não deixando a desejar para o carro particular. 

Os trens podem alcançar uma velocidade de até 100 km/h. Seus vagões foram construídos de acordo com os padrões de classe mundial de modernidade e inovação. Uma rede de ônibus fornece o transporte aos clientes de metrô para o deslocamento em um raio de 2 a 5 km das estações. 

Além disso, a cidade testa um serviço gratuito de compartilhamento de caronas de vans alimentadoras que conecta zonas de serviço específicas em torno de algumas estações de metrô.

Estações

As estações desempenham um papel importante em qualquer sistema de metrô. Arquitetonicamente, as estações de Doha refletem a herança cultural do país, com um design inovador de espaços arqueados inspirado nas tradicionais tendas beduínas. A maior estação, Msheireb, fica no coração do metrô de Doha, com todas as três linhas do sistema se encontrando nesse ponto.

Um documento de mais de 2 mil páginas batizado de Manual de Marca de Arquitetura foi elaborado para fornecer um amplo conjunto de diretrizes de design, detalhes arquitetônicos e contornos de materiais que permitem a construção eficiente das estações de metrô, garantindo a qualidade espacial e a identidade da rede.

O manual foi criado pelo escritório de arquitetura holandês UNStudio em colaboração com o Departamento de Arquitetura Ferroviária do Catar. O projeto fez uso de princípios de design urbano para criar espaços públicos que melhoram a experiência urbana na escala de pedestres e promovem novos hábitos para a comunidade de Doha.

Placemaking

As estações podem ajudar na educação ambiental e na segurança do trânsito. (Fonte: UNStudio/Divulgação)
As estações podem ajudar na educação ambiental e na segurança do trânsito. (Fonte: UNStudio/Divulgação)

Ben van Berkel, um dos arquitetos responsáveis pelo projeto, afirma que o transporte está mudando rapidamente e que é necessário refletir essas mudanças nos centros de mobilidade. “A fim de encorajar o uso de formas de transporte mais sustentáveis, essas estações não devem apenas garantir um fluxo regular de passageiros, mas devem realmente atrair o público, serem lugares aos quais ele deseja visitar e voltar”, afirmou Berkel.

Um sistema modular foi utilizado com o objetivo de criar grandes salas abertas de entrada para as estações a fim de criar espaços acolhedores que celebrem o transporte público. A construção se preocupou ainda com a facilidade de acesso, sinalizações com marcas distintas e displays digitais dentro e fora das estações, onde são fornecidas atualizações de serviço ao vivo em tempo real e informações sobre tarifas.

Fonte: Statista, Governo do Catar, Qatar rail, Arch Daily, UNStudio.

Já conhece o Estadão Summit Mobilidade Urbana? Saiba o que rolou na última edição do evento.

Gostou? Compartilhe!