Itu transforma via de centro histórico em rua compartilhada

26 de setembro de 2020 4 mins. de leitura
Intervenção urbana revitaliza área com incentivo a mobilidade ativa mediante a instalação de bancos, floreiras e até bebedouros para cães-guias

Itu, no interior de São Paulo, transformou uma das principais vias de seu centro histórico em uma rua compartilhada para aumentar a circulação de pedestres e revitalizar a área central. Seis quadras da Rua Floriano Peixoto, antiga Rua do Comércio, foram transformadas, redefinindo um trecho de aproximadamente 800 metros.

O Summit Mobilidade Urbana debate soluções atuais para o segmento. Conheça o evento

O novo desenho urbano reduziu o espaço para estacionamento de carros e ampliou a área destinada à mobilidade ativa, bem como os serviços para pedestres e ciclistas. Foram instalados cinco bebedouros para humanos e animais, como cães-guias, distribuídos nas quadras com maior circulação de pessoas e nas proximidades das agências bancárias.

Áreas de convivência e descanso foram definidas de forma estratégica para favorecer a contemplação dos edifícios tombados. O mobiliário implantado foi colocado em harmonia com os equipamentos já existentes nas praças, assim como bancos e floreiras, melhorando a qualidade ambiental.

Curitiba planeja mobilidade mais sustentável após a pandemia

A transformação da área histórica também contou com a instalação de bicicletários em formato de mola e acessibilidade a cadeirantes e pessoas com limitações de mobilidade. Todas as intervenções realizadas são reversíveis, respeitando as normas de preservação de áreas tombadas. A revitalização ainda incluiu um projeto de fachadas, a troca de tubulação e a pavimentação asfáltica.

A expectativa é que a rua compartilhada estimule atividades de socialização, compras e descanso e crie áreas de convívio. Antes da implantação, o projeto de revitalização da área foi discutido com a comunidade e com os comerciantes, e a sociedade pôde opinar sobre as melhorias e colaborar com sugestões para a readequação da via no formato de boulevard.

(Fonte: Prefeitura de Itu/Divulgação)
Área de estacionamento de veículos foi utilizada para ampliar espaços para convivência e circulação de pedestres. (Fonte: Prefeitura de Itu/Divulgação)

O projeto pretende resgatar o conceito de “cidade do interior” com áreas que favoreçam a multifuncionalidade, permitindo a realização de eventos culturais e turísticos, como exposições, shows musicais, festas religiosas, além da visitação aos imóveis com valor histórico. Com maior circulação de pessoas, a iniciativa visa, ainda, aumentar a segurança dos pedestres.

Espaço para veículos motorizados

Transformações incluíram intervenções na rede de água e esgoto, recapeamento asfáltico e pintura sinalizadora para delimitar o espaço dos veículos.  (Fonte: Prefeitura de Itu/Divulgação)
Transformações incluíram intervenções na rede de água e esgoto, recapeamento asfáltico e pintura sinalizadora para delimitar o espaço dos veículos. (Fonte: Prefeitura de Itu/Divulgação)

Apesar de ampliarem os espaços destinados para a mobilidade ativa, as transformações realizadas em Itu não alteraram a via para veículos, garantindo que o tráfego não fosse impactado. O asfalto foi pintado para sinalizar a característica de rua compartilhada.

Mobilidade ativa ganha mais atenção com a pandemia

A requalificação ampliou o número de vagas especiais de 20 para 27, e foram disponibilizadas 8 vagas de carga e descarga ou embarque e desembarque, 5 para idosos, 6 para deficientes, 6 rotativas e 2 para viaturas. Além disso, foram criados espaços para motocicletas em três locais.

Avaliação do projeto

Com apenas algumas semanas da inauguração, o Boulevard Floriano Peixoto tem se tornado uma das melhores zonas transitáveis de Itu ao proporcionar um espaço agradável e seguro para o deslocamento a pé com segurança devido às intervenções realizadas e à baixa velocidade dos veículos.

Google mostra impacto do novo coronavírus na mobilidade urbana

O redesenho da via do centro histórico foi aprovado por moradores e comerciantes, o que demonstra que uma boa infraestrutura urbana com um ambiente mais amigável para pedestres pode transformar regiões urbanas degradadas ou subutilizadas. A expectativa é que todos os planos de renovação do poder público local sigam essa linha, tornando Itu grande exemplo para outras cidades.

Fonte: Grande Itu, Mobilize, Prefeitura de Itu

Conheça o maior e mais relevante evento de mobilidade urbana do Brasil

Gostou? Compartilhe!