Noruega pretende ter apenas carros elétricos a partir de 2025

Noruega pretende ter apenas carros elétricos a partir de 2025
País escandinavo teve recorde de automóveis elétricos em 2018

Desde a década de 1990, a Noruega tem incentivado a população a utilizar veículos elétricos, e em 2025 finalmente poderá ver o resultado dessas políticas públicas.

O país escandinavo anunciou recentemente que pretende reduzir a venda de carros movidos unicamente por combustão neste ano, finalmente chegando ao patamar de ter 100% de veículos híbridos e elétricos.

Em 2018, quase um terço dos automóveis registrados era de emissão zero; em 2017, a taxa registrada foi de 21%. Em relatório publicado no site Elbil, dedicado aos transportes sustentáveis na Noruega, foi indicado que o país pretende alcançar o objetivo com medidas fiscais verdes.

Atualmente, a diretriz adotada pelo parlamento é ofertar incentivos fiscais para a aquisição de carros elétricos e plug-ins híbridos, dar permissão para circularem nas faixas exclusivas para ônibus, além de cobrar impostos mais baixos e oferecer estacionamento gratuito na cidade. Os noruegueses que dirigem carros elétricos também não precisam se preocupar em pagar pedágio nas rodovias.

"As políticas de carros de emissão zero na Noruega se tornaram algo de que nossos políticos se orgulham", elogia a professora Marianne Ryghaug, da Universidade de Ciência e Tecnologia da Noruega.

"Estamos nos tornando um palco de experimentos com transporte eletrificado, o que impulsiona as indústrias fornecedoras a inovarem ainda mais e a melhorarem continuamente a experiência do usuário."

(Fonte: Tesla/Divulgação)

Carros elétricos nas ruas

A montadora americana Tesla é testemunha do sucesso dos carros elétricos no país escandinavo. Em 2018 foram exportados mais de 8,6 mil veículos para a Noruega, que hoje é o maior mercado da empresa na Europa. Quem circula pelas ruas de Oslo percebe o grande número de automóveis da Tesla na capital; dos mais de 2 milhões de veículos nas ruas do país, cerca de 10% são de emissão zero.

Como o Imposto Sobre Valor Agregado (IVA) e as tarifas de compra não recaem sobre os veículos totalmente elétricos, os consumidores são atraídos pela compra dos carros de energia verde.

O sucesso desses veículos é tão grande que, de acordo com a Agência de Informações de Trânsito Rodoviário, os consumidores estão esperando o lançamento de carros de emissão zero da sua escolha para trocar seu automóvel. Por conta disso, houve redução de 7% no total de vendas de novos produtos.

(Fonte: Shutterstock)

Além da Noruega

A preocupação com o futuro de emissão zero resultou na criação da The International Zero-Emission Vehicle Alliance (ZEV Alliance), uma colaboração entre Noruega, países como Reino Unido, Holanda, Alemanha e oito estados norte-americanos. Essa parceria tem o objetivo de acelerar a adoção dos carros elétricos em todo o mundo.

A Alemanha também registrou um recorde para carros de emissão zero em 2018, com aumento de 43% nas vendas. Mesmo assim, a Noruega ainda está muito à frente, já que apenas 1% dos carros vendidos no país europeu eram totalmente elétricos.

Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre como a mobilidade pode melhorar os espaços.

Fontes: Deutsche Welle, Futuro Exponencial, Motor 24.

Evento de Mobilidade - Evento de Mobilidade - Summit Mobilidade Estadão