Cadeirinha para bicicleta: como usar de forma segura?

25 de novembro de 2021 4 mins. de leitura
As crianças são ótimas companhias de pedalada, mas é preciso tomar alguns cuidados em relação à cadeirinha. Confira as principais dúvidas

Se você está entre os aficionados por bicicleta desde a infância, deve ter passado pela fase das rodinhas laterais. Eram elas que protegiam enquanto você ganhava equilíbrio. Mas, quando o assunto é pedalar, há outra passagem que marca a vida do ciclista: a troca da cestinha por uma cadeirinha de bebê.

Por isso, se você é mãe ou pai de um futuro ciclista, saiba como usar corretamente a cadeirinha na bike e transmitir a seu filho a paixão pela bicicleta sem abrir mão da segurança.

Posso levar crianças a partir de que idade?

As cadeirinhas traseiras permitem levar crianças mais novas, mas é importante que ela já consiga se sentar sozinha. (Fonte: Kalf/reprodução)
As cadeirinhas traseiras permitem levar crianças mais novas, mas é importante que ela já consiga se sentar sozinha. (Fonte: Kalf/reprodução)

Diferente do que ocorre nas motocicletas, não há idade mínima para o baixinho andar contigo na bike. Portanto, desde bebê ele pode ser sua companhia de pedalada.

Lembre-se apenas de que ele deve conseguir se manter sentado sozinho, para não correr risco de lesão, e que todos devem usar capacete. Assim, a diversão é certa.

Qual modelo de cadeirinha escolher?

Existem dois principais tipos de cadeirinha para você escolher: as frontais e as traseiras. Existem outras modalidades, como um suporte para o bebê-conforto e bike trailers, em que a bicicleta puxa um carrinho, como se fosse uma carretinha. Mas esses modelos são mais comuns no exterior. 

Portanto, vamos ao “feijão com arroz” do ciclismo brasileiro.

Frontal

Considere comprar a frontal se a criança for mais nova e exigir mais atenção. Dessa forma, você poderá monitorá-la e ofertar mais segurança. O problema é que há pouco espaço entre o banco e o guidão. Por isso, esse arranjo só é indicado para crianças de até 10 kg.

Traseiro

Para crianças de maior peso, os modelos traseiros são mais interessantes. Eles costumam ser mais espaçosos, mas de todo modo é importante se assegurar de que haja espaço para o pequeno e você também. Além disso, esse modelo tende a distribuir melhor o peso e dar mais estabilidade à dupla. 

Uma boa dica é comprar uma bike com espaço para garupa. Assim, já há um bom espaço a ser destinado à cadeira.

O que não pode faltar em uma cadeirinha para bike?

Alguns itens, como cinto de segurança, são fundamentais para a proteção da criança na cadeirinha. (Fonte: Irina Wilhauk/Shutterstock/reprodução)
Alguns itens, como cinto de segurança, são fundamentais para a proteção da criança na cadeirinha. (Fonte: Irina Wilhauk/Shutterstock/reprodução)

Cinto de segurança

Um item que não pode faltar na cadeirinha é o cinto de segurança. Ele pode ser de dois pontos, que prende apenas na cintura, ou de três pontos, que prende também próximo ao ombro. No caso dos mais novinhos, é fundamental que o cinto seja de três pontos.

Suporte para o pescoço

É interessante que a cadeirinha que você escolher tenha suporte para o pescoço. Assim, caso haja algum susto durante o passeio, você garante que o baixinho não sofra nenhuma lesão.

Esse dispositivo é sempre bem-vindo, mas é fundamental no caso dos bebês. Enquanto a criança não sustentar totalmente a coluna, não deixe de contar com o suporte para o pescoço.

Suporte para os pés e mãos

Outro detalhe interessante é o suporte para os pés. Ele tende a deixar a criança mais confortável e com mais controle sobre seu corpo, evitando lesões. Mas a principal razão pela qual esse item é tão importante é que o suporte para os pés evita que a criança sofra ferimentos.

Esse tipo de acidente pode acontecer se o pé dela estiver pendendo sem um ajuste adequado e se o cadarço ou a barra da calça enroscarem na roda.

Alguns modelos têm até suporte para as mãos. Assim, a criança pode segurar na própria cadeirinha e se sentir mais segura durante o trajeto.

Engate e desengate

Por fim, verifique se a cadeirinha é facilmente ajustável, com o engate e o desengate práticos e seguros. Isso trará mais agilidade no cotidiano e garantirá que você faça essas operações com toda a segurança necessária.

E aí, gostou das dicas? Então já pode levar seu futuro ciclista para sentir o vento no rosto!

Fonte: Criança Segura.

Este conteúdo foi útil para você?

118690cookie-checkCadeirinha para bicicleta: como usar de forma segura?