Ilhas de calor: 5 soluções para enfrentar o problema

10 de novembro de 2021 4 mins. de leitura
Confira algumas soluções que podem ajudar as cidades a enfrentarem as ilhas de calor

Calor extremo e mal-estar são alguns dos efeitos das chamadas ilhas de calor, comuns nos grandes centros urbanos. Ocasionadas pela redução da área vegetal do solo, que implica na dissipação do calor e no aumento da temperatura dos locais, elas podem ser combatidas com boas práticas de urbanismo. Confira cinco soluções possíveis.  

1. Planejamento urbano

Planejar é a chave para não enfrentar problemas no futuro. (Unsplash/Reprodução)
Planejar é a chave para não enfrentar problemas no futuro. (Unsplash/Reprodução)

O planejamento urbano é um ponto crucial para evitar que as ilhas de calor aconteçam. Se na estruturação de um bairro, por exemplo, problemas ambientais forem prevenidos, menos intervenções serão necessárias no futuro.

Portanto, seja com o uso de telhados especiais ou ampliação das áreas verdes, é necessário que cada município encontre a solução adequada junto a profissionais capacitados. 

2. Telhados verdes

Os telhados verdes ajudam a reduzir a temperatura interna e externa. (Unsplash/Reprodução)
Os telhados verdes ajudam a reduzir a temperatura interna e externa. (Unsplash/Reprodução)

Pensados para dissipar o calor no alto dos edifícios dos perímetros urbanos, os telhados verdes reduzem a temperatura da região e evitam o uso de sistemas de climatização artificiais, como ar-condicionado. 

Sua elaboração foi possível devido ao avanço tecnológico, que encontrou meios para alinhar a vegetação com materiais que pudessem conter raízes e fazer o escoamento da água durante as chuvas.

Um telhado verde é composto de uma série de camadas diferentes e deve ser sempre aplicado por um profissional. Além de terem sua grande importância ambiental, eles ainda oferecem grande impacto estético.

3. Telhados brancos

Na Califórnia, é obrigatório que grandes prédios tenham o telhado branco. (AuEpaisagismo /Reprodução)
Na Califórnia, é obrigatório que grandes prédios tenham o telhado branco. (AuEpaisagismo /Reprodução)

Parecido com a opção anterior, os telhados brancos também apresentam uma série de vantagens para as cidades, com um grande diferencial atrelado: o custo-benefício. Ele consiste apenas na pintura dos telhados na cor branca, visto que ela é capaz de refletir os raios solares e reduzir a absorção de calor. 

Segundo estudos, os telhados brancos podem refletir até 96% dos raios ultravioleta (UV) e proporcionar uma economia de energia estimada em até 30% para as edificações.

Seu impacto positivo fez com que diversos grupos ambientais ao redor do mundo lançassem campanhas incentivando os cidadãos a pintarem seus telhados. 

4. Preservação das áreas verdes 

Em alguns municípios, frequentar parques já faz parte do dia a dia dos moradores, como em Curitiba. (Unsplash/Reprodução)
Em alguns municípios, frequentar parques já faz parte do dia a dia dos moradores, como em Curitiba. (Unsplash/Reprodução)

As ilhas de calor são formadas principalmente quando o concreto toma o lugar das áreas verdes. Portanto, preservar e ampliar essas áreas nas cidades é extremamente importante para ajudar no controle das temperaturas. Como exemplo prático, temos o plantio de árvores e a conscientização social sobre a necessidade de não removê-las. 

As cidades também podem se beneficiar com a construção de parques, já que além de ajudarem a atenuar a questão, eles também poderão ser usados como locais de lazer e de práticas de atividades físicas pela população.

5. Jardins verticais

Jardim vertical no Minhocão, em São Paulo. (Movimento 90º/Reprodução)
Jardim vertical no Minhocão, em São Paulo. (Movimento 90º/Reprodução)

A instalação de jardins verticais é considerada mais uma forma de reduzir a temperatura dos centros urbanos. No Brasil, uma das cidades que mais utilizam a ferramenta é São Paulo, onde é possível identificar o material aplicado em edifícios e viadutos espalhados pela capital paulista. 

Além disso, eles apresentam ainda outros benefícios, como a neutralização dos índices de carbono soltos na atmosfera e no isolamento acústico proporcionado pela barreira de plantas.

Fonte: Pensamento Verde, Ycori, SustentaArqui.

Este conteúdo foi útil para você?

116950cookie-checkIlhas de calor: 5 soluções para enfrentar o problema