O que é intervenção urbana?

26 de janeiro de 2022 3 mins. de leitura
A intervenção urbana é uma forma de chamar a atenção dos moradores e órgãos públicos para problemas da cidade

A intervenção urbana é uma forma de manifestação artística em locais públicos como praças, ruas, escadas e parques. Elas são criadas no intuito de chamar a atenção dos cidadãos da cidade para problemas urbanos ou simplesmente para tornar o espaço mais leve e colorido. 

Normalmente, esse tipo de intervenção está presente em grandes cidades e pode ser visualizado no mundo todo. É o caso do projeto Curativos Abertos, aplicado em São Paulo. 

Liderado por um grupo de arquitetos, ele consiste na aplicação de curativos em diversas calçadas com buracos ou com desníveis de São Paulo. Além de chamar a atenção das pessoas que passam no local para evitar quedas ou outros incidentes, o projeto pressiona a prefeitura por reparos nas vias.

Entretanto, nem sempre as intervenções urbanas geram resultados rápidos, podendo em muitos casos ficar apenas no campo de reflexão dos moradores do entorno onde é realizada. Isso é o que acontece, por exemplo, com grafites de crianças em situação de risco presentes em diversos locais. 

Intervenção Urbana realizada por Mag Magrela, artista paulistana. (Mag Magrela/Instagram/Reprodução)
Intervenção Urbana realizada por Mag Magrela, artista paulistana. (Mag Magrela/Instagram/Reprodução)

A arte em si não faz com que o problema social acabe ou seja resolvido, mas tem o poder de relembrar a população de que ele existe e demanda medidas públicas para ser solucionado. 

No Brasil, a intervenção artística começou a ser realizada durante a Ditadura Militar, que aconteceu entre 1964 e 1985, como forma de protesto e resistência frente aos governos autoritários que estavam no poder naquela época. Logo depois, ela se expandiu pelo País todo a partir de artistas que começaram a tocar a população em relação a diferentes demandas. 

Intervenção urbana nas favelas

A comunidade de Las Palmitas após a revitalização. (Germen Crew/Reprodução)
A comunidade de Las Palmitas após a revitalização. (Germen Crew/Reprodução)

Nos últimos anos, a intervenção artística nas cidades, que normalmente estava mais concentrada nos grandes centros, acabou sendo levada também para as favelas em diversos lugares do mundo como forma de trazer cor e beleza para as comunidades. 

Em lugares como a Cidade do México, o impacto foi tão grande que até os índices de violência social chegaram a reduzir, proporcionando uma maior qualidade de vida para todos que moram no local.

O caso aconteceu na comunidade de Las Palmitas, que se localiza na borda da capital mexicana. Liderado pelo coletivo Germen Crew, as casas foram completamente revitalizadas, ganhando cores em neon capazes de chamar a atenção mesmo de quem está longe da região.

O processo não influenciou apenas na beleza da favela, mas também gerou mais confiança para os moradores, que deixaram de ter medo de andar pelas ruas e becos após o pôr do sol. 

No entanto, não é preciso ir muito longe para exemplificar essas intervenções, visto que desde 2005 algumas comunidades do Rio de Janeiro têm se tornado cada vez mais coloridas através de artes nas calçadas, escadas, casas e quadras esportivas. 

Fonte: UFV, Arteref.

Este conteúdo foi útil para você?

125590cookie-checkO que é intervenção urbana?