Evento gratuito

BMW lança motocicleta autônoma que dá liberdade para o piloto

BMW lança motocicleta autônoma que dá liberdade para o piloto
Sem tirar a independência do piloto, o modelo da BMW aposta na segurança e no prazer de fazer boas curvas

A BMW fez a exibição da sua primeira moto autônoma no Consumer Electronics Show (CES) 2019 em Las Vegas (EUA). Com a apresentação das características da versão autônoma do modelo BMW R 1200 GS, a notícia levantou dúvidas se a inovação estragaria o prazer de pilotar o veículo.

A marca garante que não. Ao contrário do que acontece com carros autônomos, o uso dessa tecnologia tem a intenção de potencializar a sensação de pilotar uma moto.

Acelera, faz curvas e freia sozinha

Por meio de um vídeo de divulgação, a empresa revelou que, sozinha, a motocicleta será capaz de ligar, acelerar, fazer curvas e reduzir a velocidade até parar. No entanto, a intenção não é tirar a autonomia do piloto, mas sim atuar para dar mais conforto e assistência a ele. Com o sistema que identifica os momentos mais precisos para frear e acelerar, o veículo pode auxiliar o piloto a fazer curvas perfeitas.

(Fonte: Shutterstock)

Otimização da experiência do piloto

É importante ressaltar que o modelo não vai assumir totalmente a direção; afinal, ter o controle das curvas e poder pilotar o próprio veículo são alguns dos maiores prazeres de quem gosta de moto. Vale salientar que a BMW também não pretende substituir as motocicletas convencionais pelas autônomas.

Identificação de situações de risco

Um dos grandes problemas de saúde pública é o número alarmante de acidentes com condutores. Para se ter uma ideia, de acordo com dados do DPVAT (Danos pessoais causados por veículos automotores de via terrestre), ao longo de 10 anos, pelo menos 2,5 milhões de pessoas ficaram inválidas devido a acidentes com motocicleta no Brasil.

Para a BMW, o principal objetivo para se criar uma moto autônoma é promover mais segurança para os pilotos. O veículo vai ser capaz de perceber uma situação de risco e ajudar a prevenir acidentes com sistemas auxiliares adequados. O modelo já havia sido apresentado ao público em 2018, no sul da França, no campo de testes da marca.

Mas o conceito de aperfeiçoar a experiência em uma motocicleta não é exclusivo da BMW. Ainda em 2019, Honda e Yamaha também apresentaram protótipos seguindo essa linha de inovação. A Honda mostrou um sistema de equilíbrio automático, em que a motocicleta tem um sistema de gerenciamento de condução autônoma. Já a Yamaha exibiu um conceito de reconhecimento e interação com o condutor.

Fonte: BMW Group

Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre como a mobilidade pode melhorar os espaços.