O futuro da internet móvel transformará o setor de carros autônomos

16 de dezembro de 2019 4 mins. de leitura
A eficiência da conexão com a internet é essencial para que os veículos possam transitar pelas cidades
A revolução digital já está transformando o dia a dia da população. Com a velocidade da internet 5G, será possível uma conexão mais ágil e eficaz entre os carros autônomos devido a uma rede de troca de dados mais potente. Se no início da história da telefonia móvel não se podia imaginar um celular que realizasse outras tarefas que não fossem chamadas de voz, hoje é quase impossível pensar em como seria nossa vida sem as facilidades que os smartphones proporcionam. Porém, o 5G não vai apenas deixar o consumo de conteúdo por streaming ou as pesquisas na internet muito mais rápidas. Na realidade, a nova forma de conectividade pode mudar drasticamente a forma como nos locomovemos, e os carros autônomos serão muito beneficiados.

Melhorando a segurança

(Fonte: Shutterstock)‌‌
Já é possível ver carros autônomos nas ruas em países europeus ou nos Estados Unidos. Entretanto, esses veículos ainda não alcançaram um nível de autonomia capaz de dispensar a presença de motoristas humanos atrás dos volantes, principalmente diante de possíveis emergências. Isso se deve ao fato de que os veículos autônomos ainda não têm um reflexo tão rápido quanto seres humanos em casos de acidente. Nesse sentido, a rede 5G certamente fará toda a diferença, já que a velocidade de transmissão de dados será muito mais alta. Para que esse cenário seja viável, é importante ressaltar que os carros autônomos também necessitam de uma grande transmissão de dados para que realizem as ações adequadas em cada situação, principalmente em congestionamentos e situações de risco nas cidades. Devido a isso, também são necessários diversos sensores para que seja possível a leitura e visualização dos obstáculos ao redor. Consequentemente, é necessária uma rede que suporte milhares de conexões de forma simultânea. Sabe-se, inclusive, que no futuro os carros autônomos gerarão cerca de 2 petabytes de dados (equivalente a 2 milhões de gigabytes). De acordo com o site oficial da Ericsson, os impactos dessa nova forma de conectividade afetarão diferentes áreas: “A evolução do 5G nos levará a uma era de rádio onipresente e de alta capacidade. Em níveis cada vez mais baixos de latência e capacidade extensiva de Gbps (Gigabits por segundo), a evolução 5G abrirá o caminho para tecnologias de IoT háptica altamente inteligentes em hiperescala, aproveitando novas formas de veículo para infraestrutura, veículo para veículo, veículo para pedestre e conectividade pessoa a pessoa”.

Preocupação com terrorismo

(Fonte: Shutterstock)‌‌
Mas não são apenas os veículos autônomos que se beneficiam de respostas rápidas. Com a crescente preocupação com atos terroristas, é preciso usar a tecnologia a favor da sociedade. A rede 5G será essencial em momentos de crise, pois as autoridades competentes serão capazes de enviar mensagens aos carros, pedindo que desviem de determinada área em casos de acidentes, catástrofes e até mesmo atentados. Além desses cenários, é preciso prever uma resposta rápida para casos de sequestro de veículos autônomos em atos terroristas, por exemplo. Nesse sentido, a Ericsson, empresa de tecnologia sueca, já vem realizando testes em parceria com a polícia de Estocolmo. Sabe-se que a chegada da internet 5G ocorrerá aos poucos, devido às inúmeras equações que ainda devem ser resolvidas, analisando questões de segurança e até de distribuição da conexão. Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre como a mobilidade pode melhorar os espaços. Fontes: BBC, Forbes, Ericsson.
Gostou? Compartilhe!