Conheça o VEC, app de veículos elétricos compartilhados

15 de dezembro de 2020 4 mins. de leitura
O aplicativo de compartilhamento de veículos elétricos promete revolucionar a mobilidade urbana

Anunciado recentemente, um aplicativo do Itaú Unibanco tende a mudar significativamente a forma de circular nas grandes cidades. O VEC, serviço de compartilhamento de veículos elétricos operado por aplicativo, deve começar a funcionar no segundo semestre de 2021, com fase de testes prevista para os primeiros seis meses do próximo ano. 

Conheça o maior e mais relevante evento de mobilidade urbana do Brasil

A princípio, estará disponível apenas em São Paulo, mas a expansão para outras regiões poderá vir após uma avaliação inicial, segundo Rodnei Bernardino de Souza, diretor do Itaú Unibanco.

Itaú anuncia VEC, serviço de compartilhamento de veículos elétricos. (Fonte: Shutterstock)
Itaú anuncia VEC, serviço de compartilhamento de veículos elétricos. (Fonte: Shutterstock)

O usuário poderá efetuar seu cadastro no app, conferir as particularidades dos veículos, como carga, possíveis avarias e outras informações. Será possível retirar e retornar os carros em qualquer uma das estações dispersas pela cidade, que também funcionam como postos de recarga de energia. 

Entre os modelos disponibilizados pelo VEC estão Jaguar I-Pace, JAC iEV40 e BMW i13. Os responsáveis pelo projeto afirmam que estão avaliando a possibilidade de fazerem parcerias com outras empresas de locação de veículos, para aumentar o leque de opções do usuário.

Assim como no Bike Itaú, serviço de compartilhamento de bicicletas da empresa, os veículos elétricos serão disponibilizados por uma tarifa fixa inicial e um valor extra por minuto de utilização. 

As vantagens da utilização de veículos elétricos

Existem muitos benefícios relacionados a esse meio de transporte, sendo o maior deles a possibilidade de uma taxa de poluição pequena quando comparada aos automóveis convencionais. 

Apesar de sua produção ocasionar mais riscos ambientais do que os modelos tradicionais, os veículos elétricos geram menos poluição ao longo de sua vida útil. Um estudo britânico mostra que carros movidos a gasolina geram, entre sua fabricação e seu descarte, por volta de 24 toneladas de carbono, enquanto os elétricos geram 18 toneladas. 

Carros elétricos poluem menos o meio ambiente. (Fonte: Shutterstock)
Carros elétricos poluem menos o meio ambiente. (Fonte: Shutterstock)

Os automóveis também são ideais para o uso na cidade, já que não emitem fumaça nem produzem ruídos. Além disso, dispensam o uso de marcha, gerando mais conforto para o motorista e diminuindo a possibilidade de doenças ocupacionais, como lesão por esforço repetitivo.

As vantagens são muitas, mas um grande empecilho na aquisição é seu preço. O modelo JAC iEV20, por exemplo, pode custar até R$ 125 mil. Com o VEC, esse problema não chega até o usuário, que pode utilizar o serviço e usufruir das vantagens pagando apenas pela locação. 

Outros serviços semelhantes

Além do Itaú Unibanco, outras empresas do mesmo ramo já oferecem serviços de compartilhamento de veículos elétricos em Fortaleza e São Paulo. Na capital cearense, a iniciativa chegou em 2016, por meio do Veículos Alternativos para Mobilidade (Vamo), pioneiro da área na América Latina. Já os paulistas podem utilizar os veículos da Beepbeep, que atua em Campinas, Guarulhos e São José dos Campos, além da capital do estado. 

Outros projetos-pilotos já estão acontecendo em Curitiba e Brasília. No entanto, o serviço está disponível apenas para servidores da prefeitura das cidades por enquanto.

Fonte: Mobilize, Meio & Mensagem.

Já conhece o Estadão Summit Mobilidade Urbana? Saiba o que rolou na última edição do evento.

Gostou? Compartilhe!