Quem diria? Empresa de app faz parceria com táxis em Nova York

20 de maio de 2022 3 mins. de leitura
Novo acordo vai permitir que taxistas atuem da mesma forma que motoristas de aplicativos, com o mesmo software e as mesmas tarifas

A Uber celebrou um acordo para hospedar os softwares das empresas de táxi de Nova York (EUA). Com isso, os taxistas poderão usar o software da companhia para aceitar corridas, e os usuários do aplicativo poderão ser atendidos por táxis.

Segundo uma nota das empresas, a tarifa será praticamente igual para o uso de qualquer veículo. Os táxis, portanto, ficarão sujeitos às mudanças de valores de acordo com a oferta e a demanda dos pedidos de corrida, de acordo com o algoritmo da Uber. A parceria deve adicionar dezenas de milhares de veículos à plataforma do app de caronas em Nova York.

Estimasse que Nova York tenha uma frota de mais de 14 mil táxis. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)
Estima-se que Nova York tenha uma frota de mais de 14 mil táxis. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

A parceria foi realizada entre a Uber, a Creative Mobile Technologies e a Curb — as últimas duas desenvolveram o app Arro, usado por motoristas de táxi. Agora, a base de dados e o funcionamento dos apps serão comuns, gerando uma grande plataforma dos programas de carona.

Leia também:

Empresa fornece táxis totalmente autônomos na China

O que significa EAR na CNH?

Pesquisa mostra impacto da startup 99 na economia do País

Revitalizando as viagens com motoristas de aplicativo

Desde que os serviços de apps de carona chegaram a Nova York, em 2011, a convivência com os táxis não foi fácil. Notícias de brigas e confrontos entre trabalhadores das categorias foram comuns, assim como no Brasil. Agora, as parcerias são uma maneira de tentar revitalizar o setor.

Com o início da pandemia de covid-19, a categoria de motoristas de veículos com passageiros passou a sofrer os mesmos problemas. Motoristas de táxi chegaram a fazer greves para conseguir um pacote de negociação de dívidas durante o auge do isolamento social.

Entre janeiro de 2018 e julho de 2021, os custos de uma carona aumentaram cerca de 92%, segundo estima o site Rakuten Intelligence. Com isso, as corridas diminuíram, e a grande perda de parceiros fez os aplicativos de caronas buscarem novos modos de manter o serviço constante e ágil.

Para os taxistas, a estratégia também é interessante, uma vez que os pedidos de carona em apps têm derrubado as viagens de táxi. Agora, eles podem aceitar corridas pelo aplicativo e continuar a fazer as corridas comuns de rua.

Motoristas de táxi de Nova York chegaram a fazer protestos para receber auxílio da cidade durante a queda do movimento com a pandemia. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)
Motoristas de táxi de Nova York chegaram a fazer protestos para receber auxílio durante a queda do movimento na pandemia. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

No Brasil

No Brasil, o app da 99 já é conhecido por fazer parceria com táxis em diversas localidades. A diferença para a iniciativa nova-iorquina é que aqui os valores são diferentes para a escolha do veículo, devido aos maiores custos que os táxis geram.

O preço dos combustíveis no País também tem feito os motoristas ficarem mais preocupados com as corridas, e a taxa de cancelamento de viagens tem crescido. Com as dificuldades dos apps para achar novos parceiros, iniciativas entre táxis e aplicativos podem ser um futuro interessante para as empresas.

Quer saber mais? Confira aqui a opinião e a explicação de nossos parceiros especialistas em Mobilidade.

Fonte: JC, Iatecera, Ommecato

Este conteúdo foi útil para você?

133890cookie-checkQuem diria? Empresa de app faz parceria com táxis em Nova York