Summit Mobilidade

Infrações que mais causam brigas no trânsito

30 de maio de 2022 4 mins. de leitura
Saiba quais são as infrações que mais causam atos de violência no trânsito

Diariamente, uma série de episódios de violência é registrada em desentendimentos no trânsito. Apesar de não haver números específicos sobre os tipos de infração que mais resultam em violência, um dado é sabido: engarrafamentos aumentam o estresse e, consequentemente, a perda da paciência e do controle.

Um estudo do psicólogo americano Jerry Deffenbacher, da Universidade do Colorado (EUA), aponta que em casos de irritação as pessoas têm duas vezes mais chances de se envolver em situações de risco e quatro vezes mais chances de se envolver em violência física.

Segundo a Associação Brasileira de Monitoramento e Controle Eletrônico de Trânsito (Abramcet), a principal fonte de irritação para os motoristas brasileiros são a lentidão no trânsito e os engarrafamentos. Por ter a maior frota do Brasil, com circulação diária de mais de 3,5 milhões de veículos e média de lentidão de 91 quilômetros no horário do rush matutino, a capital paulista é um dos principais palcos de violência no trânsito.

Confira algumas das infrações mais recorrentes que acabam em briga segundo notícias nos principais veículos de comunicação. Lembramos que não existem dados oficiais sobre o tópico.

1. Usar buzina exageradamente

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a buzina só deve ser usada para advertir pedestres ou veículos com a finalidade de evitar acidentes. Muita gente, porém, vê no acessório uma maneira de descontar a raiva e constranger outros motoristas, o que faz que muitas brigas de trânsito acabem acontecendo pelo uso indevido desse item. Além disso, segundo o artigo 227 do CTB, usar a buzina de forma exagerada configura infração de trânsito leve.

2. Estacionar de maneira irregular

Seja por parar em frente a uma garagem, impedindo a saída de veículos, seja por estacionar em fila dupla, seja por ocupar mais vagas do que o necessário, estacionar de forma irregular pode levar a discussões e brigas. Vale lembrar que todas as situações configuram infração de trânsito e podem causar o recolhimento do veículo.

3. Manobras irregulares

Trocar de faixas sem dar o sinal ou entrar em vias rápidas, obrigando outros veículos a frear, é um dos motivos que mais causam desentendimentos. Muitos motoristas acabam fechando motociclistas ou outros veículos por desatenção e têm que lidar com reclamações, agressões e até ataques ao automóvel.

Manobras sem sinalização podem afetar motoristas, pedestres e ciclistas. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)
Manobras sem sinalização podem afetar motoristas, pedestres e ciclistas. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

4. Dirigir colado

Por pressa ou provocação, muitos motoristas não respeitam a distância mínima indicada entre veículos. Dirigir “colado” ao veículo da frente gera ansiedade e irritação. Quando dois motoristas dispostos a brigar se encontram nesse cenário, a situação pode acabar em confusão.

Penalidades para brigões

O CTB não tem um artigo que trate de penalidades específicas para brigas, mas em todo o documento existem dicas para a boa conduta, como no artigo 28:

“Art. 28. O condutor deverá, a todo momento, ter domínio de seu veículo, dirigindo-o com atenção e cuidados indispensáveis à segurança do trânsito”

Tentando deixar a lei mais rígida para os brigões, o deputado federal Célio Studart (PV-CE) propôs o Projeto de Lei nº 4.187/21, que tornaria infração grave com pena de multa e suspensão do direito de dirigir o ato de parar na pista para brigar e de gerar agressões físicas causadas por desentendimentos no trânsito. O deputado citou em discurso o fato de em 2019 39 pessoas terem sido assassinadas no País em brigas no trânsito. Dados mais recentes não foram disponibilizados. O projeto segue em discussão na Câmara dos Deputados.

Leia também:

Quer saber mais de mobilidade urbana? Assista aqui à opinião e à explicação de nossos parceiros especialistas sobre diversas pautas ligadas ao tema.

Fonte: Doutor Multas, Amazonas Atual.

137980cookie-checkInfrações que mais causam brigas no trânsito