Summit Mobilidade

Como fazer o cadastro do Bilhete Único de SP pela internet?

3 de fevereiro de 2023 3 mins. de leitura
Atualmente, é possível realizar diversas solicitações online, com maior comodidade

Surgido em 2004, o Bilhete Único representou um marco na cidade de São Paulo (SP), uma vez que contribuiu significativamente para a redução da cobrança da tarifa para diversos públicos. Além disso, o cartão ofereceu maior segurança, fazendo que o paulistano usasse menos a carteira ao utilizar o transporte público.

Junto ao corredor de ônibus, a mudança deu maior comodidade para os passageiros. Para quem utiliza o transporte público na maior cidade do País, o Bilhete Único ainda hoje é indispensável para facilitar o deslocamento.

Como destaque, há integração temporal, que torna possível o pagamento de uma única tarifa durante três horas para até quatro embarques de ônibus. O Bilhete Único ainda oferece integração entre ônibus, metrô e trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) com tarifa reduzida em comparação com o valor de passagem de cada modal separadamente.

(Fonte: Shutterstock/Reprodução)
Bilhete Único surgiu em 2004 e deu maior comodidade no transporte público urbano da capital paulista. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Solicitação do Bilhete Único

Adquirir o Bilhete Único hoje é bem simples, bastando fazer o registro no site da São Paulo Transporte (SPTrans). O cadastro é uma etapa que visa agilizar o atendimento, permitindo solicitar o cartão para diferentes modalidades, como o bilhete comum, o corporativo, o destinado a pessoas idosas e o exclusivo para professores. Esses últimos, graças ao governo do Estado, pagam meia tarifa em trens e metrôs da cidade.

Além de realizar o cadastro, o site da SPTrans permite registrar outras solicitações, como alterar dados cadastrais, solicitar bloqueio por perda ou roubo, pedir restituição de créditos e agendar atendimento presencial em um dos postos da SPTrans que recebem o público diariamente.

Leia também:

(Fonte: Shutterstock/Reprodução)
A ampliação dos corredores de ônibus tornou o transporte público mais ágil, mitigando parte dos problemas enfrentados no deslocamento. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Diferentes formas de utilização

Usado tanto por trabalhadores como por estudantes, que na cidade têm direito a pagamento de meia tarifa, o Bilhete Único também é indispensável para pessoas com deficiência, facilitando o deslocamento gratuito em várias cidades da região metropolitana de São Paulo, indo além da capital.

Graças ao crescente uso de smartphones e à ampliação das formas de pagamento, além de utilizar o cartão físico, é possível realizar o pagamento da tarifa por meio de QR code. Ao utilizar o app Sp Pass, a compra de passagens pode ser feita com cartão de débito e Pix como formas de pagamento.

Apesar da comodidade, a modalidade está disponível apenas em algumas linhas de ônibus, o que por ora faz que não seja possível usufruir da integração temporal e entre modais no transporte. Sendo assim, o pagamento com QR code é uma solução alternativa para situações pontuais.

164902cookie-checkComo fazer o cadastro do Bilhete Único de SP pela internet?