Bicicleta mais cara do mundo custa R$ 5 milhões

11 de fevereiro de 2022 4 mins. de leitura
Sobre duas rodas e alguns milhões: conheça a bike mais cara do mundo e por que é tão cara

Você já ouviu falar na McLaren 765LT? O modelo atinge 330 km/h e é o carro mais veloz vendido no Brasil. Tanta potência tem um preço: o veículo não sai por menos de R$ 5 milhões. Mas, se você ficou impressionado com o valor, saiba que tem bicicleta vendida a esse preço por aí.

Ficou curioso? Conheça então a magrela mais cara do mundo e veja o que ela tem de tão diferente para ser comercializada a um preço tão alto. E como bônus veja as outras duas bikes que formam o pódio das bicicletas mais caras.

Saiba mais sobre a bicicleta mais cara do mundo

Por mais valor que você dê à sua bike, admita: ela não vale US$ 1 milhão. Mas tem modelo vendido por esse preço. A Mountain Bike 24K Gold Extreme, também conhecida como Edição Beverly Hills, é a mais cara do mundo e custa essa cifra astronômica. Em reais, passa dos R$ 5 milhões.

Mas, afinal, o que a bike tem de tão especial?

Vista de longe, ela parece uma bicicleta comum. Seu porte é de uma mountain bike tradicional, com pneus grossos e estrutura para suportar trilhas e terrenos acidentados.

Agora, mais de perto, seus diferenciais começam a aparecer. Um exemplo é o câmbio Shimano XTR de 10 velocidades e freios a disco Avid.

Quem rouba mesmo a cena é o acabamento. Desenvolvida pela The House of Solid Gold,  é toda coberta por ouro 24 quilates e tem o emblema da marca (as iniciais THSG) desenhada a partir de 600 diamantes negros encrustados na bike. Tudo no padrão ostentação.

E não para por aí. O selim (banco) é feito de couro de jacaré e a garrafinha de água também é adornada com diamantes negros e safiras douradas, criando um bonito contraste.

Mas atenção: se você ganhou na loteria e está louco pelo modelo, precisa se apressar. A montadora adiantou que serão produzidas apenas 13 bicicletas dessas.

Veja mais:

Conheça a bike elétrica da Jeep com autonomia de 65 km

Conheça a bike que pode ser ajustada por aplicativo de celular

7 cidades do mundo com iniciativas bike friendly

Quais são as bicicletas mais caras do mundo?

Uma boa bicicleta é um investimento que vale a pena: os aficionados por pedalar montam os seus modelos peça a peça,à peça, gastando um bom dinheiro. Mas, tal como a Mountain Bike 24K Gold Extreme, existem modelos que não se comparam: são tão caros que se tornam quase exclusivos.

Quando o assunto é preço, a Mountain Bike 24K Gold Extreme leva o ouro. Então é hora de conhecer a prata e o bronze dessa competição para terminar de montar o pódio.

Trek Madone Butterfly

Bicicleta é alvo de críticas porque é decorada com asas reais de borboletas. (Fonte: Ride/reprodução)
Bicicleta é alvo de críticas porque é decorada com asas reais de borboletas. (Fonte: Ride/reprodução)

Se o modelo ostentação da Edição Beverly Hills é de um bom gosto questionável, o mesmo acontece no caso da Trek Madone Butterfly. Mas, em vez de se tratar de pedras preciosas, seu criador Damien Hirst usou asas de borboletas reais para decorar o quadro e o aro da bike.

O valor da bicicleta é US$ 500 mil, mais de R$ 2,5 milhões. 

Quer saber mais? Assista aqui a opinião e explicação dos nossos parceiros especialistas em mobilidade.

24K Gold Racing Bike

Modelo é produzido pela Rolls Royce e une classe e requinte. (Fonte: Ride/reprodução)
Modelo é produzido pela Rolls Royce e une classe e requinte. (Fonte: Ride/reprodução)

Vem aí um bronze com cara de hors concours: a 24K Gold Racing Bike chega para arrasar corações. Ela apresenta a qualidade, a classe e o bom senso tão típicos dos britânicos.

Tal como a Mountain Bike 24K Gold Extreme, ela também é revestida a ouro e é incrustada com diamantes e outras pedras. Tudo isso em um modelo mais leve e classudo, com a cara da aristocracia do país. 

E o preço também é um tanto aristocrático: ela sai por US$ 400 mil, pouco mais de R$ 2 milhões.

Fonte: Para quem pedala, Portal Vida Livre, Sou Ride. 

Este conteúdo foi útil para você?

1271125cookie-checkBicicleta mais cara do mundo custa R$ 5 milhões