Dia da árvore: plantio pode transformar as cidades

21 de setembro de 2020 3 mins. de leitura
Plantio de árvores ajuda a reduzir os efeitos da mudança climática e fomenta a mobilidade ativa

Em 21 de setembro, é comemorado o Dia da Árvore. A arborização adequada das cidades melhora a qualidade do ar, fomenta a mobilidade ativa, por tornar os espaços mais agradáveis, e ainda pode ajudar a reduzir desigualdades sociais.

Conheça o maior e mais relevante evento de mobilidade urbana do Brasil

Nos Estados Unidos, por exemplo, uma coalização de cidades, empresas e organizações sem fins lucrativos está utilizando o plantio de árvores para combater desastres naturais e injustiças sociais. Iniciativas semelhantes estão sendo tomadas na França e no Reino Unido.

O grupo norte americano, que inclui a Microsoft e a Mastercard, se comprometeu a plantar ou restaurar 855 milhões de árvores até 2030, como meio de melhorar a qualidade do ar em comunidades que foram afetadas desproporcionalmente pela poluição e pelas mudanças climáticas.

A American Forests, que também apoia o projeto, está desenvolvendo uma pontuação de patrimônio líquido que leva em consideração o efeito da ilha de calor e os níveis de renda da vizinhança. Esses dados podem ser usados por cidades e outros grupos para mensurar os efeitos sociais de iniciativas de arborização.

Doação de mudas para plantio

Plantio de mudas traz benefício para todos os moradores da cidade, de forma igualitária. (Fonte: Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento de São Paulo)
Plantio de mudas traz benefício para todos os moradores da cidade, de forma igualitária. (Fonte: Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento de São Paulo)

Diversas cidades brasileiras estão comprometidas em aumentar a arborização em seus espaços urbanos. Salvador e São Paulo, que participam da iniciativa internacional Cities4Forests, oferecem serviços de doação de mudas para plantio, com o objetivo de ampliar a cobertura vegetal em seus territórios.

Como a falta de verde no meio urbano impacta a vida da população?

Em Salvador, o programa Disque Mata Atlântica, lançado em 2017, já entregou 4,5 mil árvores para os moradores que desejam plantar uma árvore em casa. Um kit com até 3 plantas e 1 quilo de composto orgânico é entregue pela prefeitura após solicitação via WhatsApp. Além disso, a cidade já plantou mais de 50 mil árvores, revitalizou e expandiu parques.

A capital paulista também expandiu seus parques e suas áreas protegidas, pretendendo aumentar a cobertura vegetal para mais de um quinto de sua área total. Entre 2016 e 2018, São Paulo plantou uma média de 59 mil árvores por ano. A cidade conta com uma campanha permanente de incentivo à arborização, que fornece até cinco mudas por cidadão a serem retiradas no Herbário Municipal.

Fonte: Itree, Bloomberg, WRI Brasil, Prefeitura de São Paulo, Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Prefeitura de Campos

Já conhece o Summit Mobilidade Urbana? Saiba o que rolou na última edição do evento.

Gostou? Compartilhe!