Summit Mobilidade

Qual é o maior avião do mundo?

16 de junho de 2023 5 mins. de leitura
Entenda por que diferentes aeronaves já carregaram o título de maior avião do mundo

Quem já se sentiu em uma lata de sardinha voando em aviões de poltronas superapertadas sabe o quanto o espaço é importante em uma aeronave. A indústria aeroespacial também. Para as companhias aéreas, mais espaço significa mais lucro; para Estados, aviões maiores podem significar o sucesso na guerra e maior capacidade de carregar cargas importantes. Por isso, alcançar o maior avião do mundo foi um objetivo de vários países em diferentes iniciativas.

A questão “qual é o maior avião do mundo?” não tem apenas uma resposta. Ao longo da história, surgiram diferentes aeronaves que podem ser consideradas as maiores, seja pelo tamanho de asa à asa (envergadura), comprimento ou capacidade de carga. Além disso, alguns projetos foram construídos, mas não sobreviveram ao teste do tempo e não chegaram a entrar em operação continuada. Conheça a seguir alguns dos aviões que já foram considerados os maiores do mundo em diferentes momentos e categorias.

Maiores aviões cargueiros

Antonov An-225 Mriya


Com envergadura de 88,4 metros e capacidade de carga de 300 toneladas, foi o maior avião cargueiro do mundo em operação por longo período. Desenvolvido na União Soviética nos anos 80, o Antonov An-225 Mriya entrou em operação em 1988. A aeronave foi criada para transportar naves-espaciais, mas acabou sendo também utilizada para o transporte de peças industriais e maquinário de grande porte, como geradores, turbinas eólicas, locomotivas e mais. Além disso, foi bastante empregada no transporte de ajuda humanitária.

Com o desenvolvimento da Guerra Fria, a União Soviética dividiu as unidades de construção de maquinário bélico e, por isso, o An-255 foi construído nos territórios onde atualmente estão a Ucrânia, Rússia e Uzbequistão. “Mriya” em ucraniano significa “sonho”.

Em 2022, durante o confronto entre Rússia e Ucrânia, o único modelo deste avião foi destruído em sua base em Hostomel, na Ucrânia. O governo do país divulgou planos para reconstruir a aeronave, afirmando que “o sonho nunca morrerá”. A estimativa é que a recuperação possa custar até 500 milhões de euros, ou seja, mais de R$ 2,7 bilhões.

Antonov An-225 trasnportando um ônibus espacial soviético. (Fonte: WikimediaCommons/Reprodução)
Antonov An-225 transportando um ônibus espacial soviético. (Fonte: Wikimedia Commons/Reprodução)

Scaled Composites Stratolaunch

Atualmente, o Scaled Composites Stratolaunch, o maior avião do mundo em tamanho, apresenta 117 metros de envergadura e fuselagem dupla. Foi desenvolvido para carregar e lançar foguetes, conseguindo carregar até 250 toneladas, e tem peso máximo de decolagem de 590 toneladas.

O futuro do Stratolaunch é duvidoso. Após a morte do fundador da companhia, a empresa cessou as operações, e há discussões sobre a compra de operações e de máquinas. Do primeiro voo em 2019 até 2023, foram apenas 10 voos, contando com as operações de teste.

Stratolaunch é, atualmente, o maior avião do mundo em envergadura. (Fonte: Stratolaunch/Divulgação)
Stratolaunch é, atualmente, o maior avião do mundo em envergadura. (Fonte: Stratolaunch/Divulgação)

Hughes H-4 Hercules

Com uma envergadura de 97,8 metros, o Hughes H-4 Hercules seria maior do que Antonov An-225 Mriya se não fosse um detalhe: ele somente voou uma vez. Construído nos EUA durante a Segunda Guerra Mundial, o projeto deveria ficar pronto para ser usado como cargueiro durante o confronto, porém só ficou pronto em 1947.

Com o fim da guerra e as restrições impostas durante a construção da aeronave, a continuidade das operações não era interessante. Durante a Guerra Fria, o Hercules foi mantido em condições de voo, mas não utilizado. Em 1976, o projeto foi abandonado e a aeronave levada para um museu.

Comparação da envergadura dos maiores aviões já produzidos. (Fonte: WikimediaCommons/Reprodução)
Comparação da envergadura dos maiores aviões já produzidos. (Fonte: Wikimedia Commons/Reprodução)

Leia também:

Maiores aviões para passageiros

Boeing 747


Durante a década de 1960, houve um boom da indústria aérea norte-americana e europeia. A demanda por viagens de longa distância crescia rapidamente, e a Pan Am queria capitalizar o momento. Com isso, surgiu o pedido para que a Boeing desenvolvesse um avião duas vezes e meia maior do que o maior avião de transporte de pessoas em atuação até então. Sendo assim, o Boeing 747 foi criado, o que gerou uma operação com o custo de assento 30% menor do que o predecessor 707.

O 747 revolucionou o mercado de aviação internacional e foi produzido entre 1968 e 2023. Com uma envergadura que variou entre 59,6 e 68,5 metros, dependendo do modelo, as variações do 747 chegaram a comportar até 660 passageiros. Foram produzidas 1.574 unidades, e muitas ainda estão em serviço.

Airbus A380

Primeiro Airbus 380 em operação.  (Fonte: WikimediaCommons/Reprodução)
Primeiro Airbus A380 em operação. (Fonte: WikimediaCommons/Reprodução)

Atualmente, o maior avião de transporte de passageiros do mundo é o Airbus A380. O desenvolvimento do modelo começou em 1988, mas o primeiro voo só aconteceu em 2005. O avião foi criado para competir em um mercado dominado pelo Boeing 747 e, para isso, sua capacidade máxima chegou a incríveis 853 pessoas, apesar de as linhas áreas comumente limitarem a operação à 525 passageiros.

O Airbus é o único avião em operação a contar com um deck duplo (dois andares) para passageiros. A companhia responsável pelo seu desenvolvimento atrasou em alguns anos a entrega dos primeiros modelos. Um dos principais motivos foi o fato de que cada aeronave requisitava 530 km de fiação. O modelo ficou em produção entre 2003 e 2021, com a produção de 254 aeronaves — muitas ainda em operação, inclusive no Brasil.

Fonte: Stratolaunch, Popular Mechanics, Aerotimes, Threadinmotion, fazcomex, Antonov

186971cookie-checkQual é o maior avião do mundo?