Reino Unido oferece vales para estimular uso de bicicletas

19 de agosto de 2020 3 mins. de leitura
Vales custeiam até 50 libras do valor do conserto de bicicletas. Objetivo é diminuir a lotação do transporte público, mas sem piorar o trânsito

No final de julho, o Reino Unido lançou a iniciativa “Fix Your Bike Voucher”, que oferece vales do governo para os britânicos consertarem suas bicicletas. Estima-se que há 16 milhões de bicicletas danificadas no país, as quais poderão ser usadas depois de consertos simples e baratos.

Conheça o mais importante evento de mobilidade do Brasil

A iniciativa segue a tendência de outras ações de incentivo à mobilidade ativa em todo o mundo, em um momento em que as bicicletas servem como alternativa ao uso exagerado dos automóveis particulares e a aglomerações no transporte coletivo. 

Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, é entusiasta do ciclismo urbano. (Fonte: The Guardian/Reprodução)

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, é um entusiasta do ciclismo urbano e argumenta que a prática pode trazer benefícios para a saúde. Em maio, Johnson disse ao parlamento britânico que o mundo pode viver a era de ouro do ciclismo.

Além dos vales para conserto de bicicletas, os planos do governo preveem para os próximos anos um investimento aproximado de 2 bilhões de libras em um amplo programa de incentivo ao ciclismo. 

Como funcionam os vales para conserto de bicicletas?

Qualquer cidadão britânico, sem restrições de perfil ou renda, pode acessar o site do “Fix Your Bike Voucher” e fazer a inscrição para receber um vale que desconta até 50 libras do valor total do conserto da bicicleta. Contudo, há um limite de dois vouchers por residência, e o governo pede que as pessoas solicitem o benefício apenas se realmente precisarem dele, já que há uma grande demanda. 

4 modelos de bicicleta multifuncional

As oficinas, as lojas e os mecânicos que quiserem participar do programa também precisam se registrar no site, cumprindo alguns requisitos do governo britânico, e os vales só podem ser usados nesses locais. Sendo assim, no momento da solicitação a pessoa já escolhe em qual local deseja consertar sua bicicleta. 

De forma simples, milhares de britânicos estão colocando suas bikes paradas para rodar novamente. Algumas horas após o lançamento do programa, a primeira leva de 50 mil vouchers se esgotou. E o governo já adiantou que novas remessas estão a caminho: o projeto prevê mais de 500 mil vales, com um custo total de 25 milhões de libras. 


A ideia dos vales é que mais britânicos usem a bicicleta como meio de transporte. (Fonte: Unsplash)

Antes disso, o Reino Unido já oferecia um programa de fomento à compra de bicicletas, com o objetivo de incentivar as pessoas a pedalarem para o trabalho. As empresas precisam estar credenciadas para que o colaborador pague sua bicicleta com descontos na folha de pagamento, com isenção de impostos. 

O uso de bicicleta vai aumentar no pós-pandemia?

Em maio, a França também passou a oferecer vales de até 50 euros para o conserto de bicicletas, além de investir em ciclovias temporárias nas maiores cidades do país. Em todo o mundo (inclusive no Brasil), desde o início da pandemia, a bicicleta tem sido privilegiada como meio de transporte saudável e seguro. 

Fonte: Forbes, Governo do Reino Unido. Mobilize, The Sun.

Gostou? Compartilhe!