Plataforma interativa mostra quanto vale sua bicicleta

18 de julho de 2021 3 mins. de leitura
Desenvolvida pela startup Semexe, o objetivo é servir como uma Tabela Fipe para a compra e venda de bicicletas

A Semexe, uma startup de artigos esportivos, lançou recentemente o Guia de Preços de Bicicletas (GPS). Segundo a empresa, o intuito da ferramenta é que ela sirva como um índice para a precificação desses veículos, assim como a Tabela Fipe expressa os preços médios de carros e motos. 

Para conseguir determinar um valor para cada uma das bicicletas, a Semexe leva em consideração três fatores: a expertise da indústria, o valor médio das transações e os feedbacks constantes dos visitantes.

É possível descobrir o valor ideal para compra e venda das bicicletas ao inserir as informações. (Semexe/Reprodução)
É possível descobrir o valor ideal para compra e venda das bicicletas ao inserir as informações no site. (Semexe/Reprodução)

Com o conhecimento de mercado acumulado durante vários anos pelos seus especialistas, a startup consulta dados de milhares de transações online na indústria de bicicletas usadas e os alia à opinião dos ciclistas que consultam o guia para se informarem sobre os valores sugeridos. 

Além disso, para a avaliação, também são considerados modelo, ano, marca, disciplina e estado de conservação do produto. O projeto demorou cerca de um ano para ficar pronto e ainda está passando por constantes mudanças e atualizações, visto que todos os dias são adicionados novos modelos e marcas de bikes. 

Decisão na criação da ferramenta partiu de pedidos de ajuda

Segundo Gabriel Novais, fundador da Semexe, a decisão na criação do guia de preços partiu de pedidos de ajuda que as pessoas faziam para saber o valor correto de compra e venda do seu veículo. 

“Temos uma base robusta, composta de dezenas de milhares de bicicletas, para que o ciclista possa ter a melhor referência do mercado. É algo 100% gratuito, feito por quem ama pedalar”, contou Gabriel Novais em nota para o site da empresa.

Os valores, baseados em dados reais, estão disponíveis de forma gratuita para que qualquer pessoa possa ter fácil acesso às informações. Até o momento, oito das principais marcas do Brasil foram inseridas no GPS: Cannondale, Specialized, Cervelo, Trek, Scott, Sense, Caloi e Oggi. A Semexe promete também disponibilizar modelos de outras marcas em breve. 

Guia de Preços é lançado em um bom momento para as bicicletas no País

Só na capital paulista, o uso de bicicletas de diversos tipos teve um aumento significativo de 60%. (Unsplash/Reprodução)
Só na capital paulista, o uso de bicicletas de diversos tipos teve um aumento significativo de 60%. (Unsplash/Reprodução)

O Guia de Preços de bicicletas lançado pela Semexe chega em um bom momento para esses veículos no País. Já em ascensão desde 2019, devido ao aumento de ciclovias nas cidades brasileiras, o uso das bikes cresceu ainda mais durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus. 

Com medo da aglomeração e da infecção pelo vírus, muitas pessoas começaram a se locomover nas famosas “magrelas” para realizar atividades do dia a dia, como trabalho, compras e consultas médicas. 

Em Niterói (RJ), o aumento da demanda foi tão grande que em um determinado período os lojistas da cidade nem conseguiam abrir as novas caixas que chegavam, pois as bikes já tinham sido vendidas antes de ficarem na vitrine. 

Mesmo com a chegada da vacina e a esperança pelo fim desse momento sombrio, os especialistas acreditam que quem começou a pedalar na pandemia deve seguir pedalando, impulsionando o mercado de bicicletas novas e usadas.

Fonte: Mobilize, Semexe, Estadão.

Este conteúdo foi útil para você?

107880cookie-checkPlataforma interativa mostra quanto vale sua bicicleta