Evento gratuito

Curitiba é uma das cidades mais inteligentes do mundo em 2020

Curitiba é uma das cidades mais inteligentes do mundo em 2020
Planejamento urbano, energia limpa e conectividade colocaram Curitiba em ranking mundial de cidades inteligentes pela 4ª vez

Curitiba (PR) foi considerada uma das 21 cidades mais inteligentes do mundo em 2020, no ranking Smart21 Intelligent Communities. É a quarta vez que a capital paranaense faz parte do seleto grupo internacional, tendo figurado na lista em 2019, 2012 e 2011, sendo a única representante da América Latina neste ano.

A premiação é concedida pelo Intelligent Community Forum (ICF), organização que fomenta políticas de cidades inteligentes. Para contemplar Curitiba, foram destacados planejamento urbano, apoio ao empreendedorismo, fornecimento de informações aos cidadãos, conectividade e utilização de energia limpa.

Planejamento urbano

Cidade Industrial de Curitiba conta com uma grande área verde (Fonte: Agência Curitiba/Divulgação)
Cidade Industrial de Curitiba tem 6 parques em 7 milhões de metros quadrados de áreas verdes. (Fonte: Agência Curitiba/Divulgação)

Curitiba adota um planejamento urbano proativo há quase 40 anos. Nos anos 1970, o plano diretor da cidade estabeleceu diretrizes sustentáveis para ruas, transporte público e zonas comerciais, industriais e residenciais. Toda a população da capital paranaense tem acesso à rede de água e 93% têm saneamento. Os moradores contam com serviços que são raros em outras cidades do Brasil, como ampla rede municipal de saúde, educação e creches, além de bibliotecas de bairros e instalações esportivas e culturais perto de terminais de transporte.

Por que o transporte público de Curitiba é copiado no mundo?

O distrito industrial da cidade passou a rejeitar a indústria pesada e acolher apenas fábricas não poluidoras. A área, que abriga 3,5 mil empresas, foi implantada com foco na preservação ambiental e tem tanto espaço verde que foi apelidada de "campo de golfe".

Curitiba empreendedora

No Programa Curitiba Empreendedora, há nove Espaços Empreendedores em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Os locais fornecem suporte técnico aos interessados em iniciar negócios, incluindo treinamento e qualificação. A cidade também conta com o Bom Negócio Vale do Pinhão, que capacita gratuitamente empreendedores a partir de um novo conceito de mercado, sociedade e economia por meio de novas metodologias, tecnologia e inovação.

Como o famoso sistema de transporte de Curitiba pode se renovar?

A capacitação é realizada mediante uma parceria formada por Prefeitura de Curitiba, Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, instituições de ensino superior, empresas, escolas de inovação e sociedade civil organizada.

Informação aos cidadãos

Em março de 2018, a cidade recebeu o Curitiba App, um aplicativo que fornece a cidadãos e turistas informações, serviços, eventos e notícias da prefeitura. O programa combina utilitários de várias fontes menores, bem como 600 serviços do município.

Por meio do app, é possível acessar com rapidez e facilidade notícias, alertas meteorológicos e informações de transporte público, além de agendar compromissos com órgãos públicos. O software já foi baixado 50 mil vezes.

Conectividade

Frota de ônibus de Curitiba é gerenciada por meio de conexão com a internet. (Fonte: Shutterstock)

Alguns ônibus da cidade viajam em faixas exclusivas na Rede Integrada de Transporte, baseada no modelo de ônibus de trânsito rápido (BRT), com passagens cobradas eletronicamente e gerenciamento via banda larga móvel 3G.

Uma rede de fibra de acesso aberto atende a Curitiba e grande parte do Paraná, garantindo altos níveis de serviço aos negócios. A cidade está implantando uma cobertura sem fio para fornecer acesso gratuito à internet em bairros de baixa renda. A capital também desenvolveu o Tecnoparque, com o objetivo de transformar a produção intelectual de suas 55 faculdades e universidades em tecnologias inovadoras.

Energia limpa

Curitiba instalou uma pequena usina hidrelétrica no Parque Barigui, para fornecer energia ao local, projeto que será replicado em outros espaços. E a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) está implementando um projeto piloto para construir habitações sociais com painéis solares.

A capital paranaense também está desenvolvendo soluções para implementar painéis solares em quatro terminais de ônibus e no novo bairro sustentável Caximba. A potência total esperada é de 8 MW, com geração de 980 mil kWh por ano, o suficiente para abastecer 65 mil famílias.

Fonte: Prefeitura de Curitiba, Intelligence Community, Agência Curitiba, Cohab Curitiba

Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre como a mobilidade pode melhorar os espaços.