Embraer quer lançar carros voadores no Brasil até 2026

30 de agosto de 2021 3 mins. de leitura
Embraer tem fechado diversos acordos para produzir carros voadores e pretende lançar eVTOLs no Brasil até 2026

A Eve Urban Air Mobility Solutions (Eve), subsidiária da Embraer, tem realizado uma série de acordos para colocar seus carros voadores nos céus até 2026, inclusive no Brasil. A empresa recebeu uma encomenda de 50 aeronaves elétricas de pouso e decolagem vertical (eVTOL) da Helisul, empresa de aviação aérea com atuação em seis estados brasileiros.

Os planos da companhia também incluem a produção de aeronaves elétricas que serão utilizadas na América Latina. Em parceria firmada no final de junho com a plataforma de aviação sob demanda Flapper, a Eve deve produzir 25 carros elétricos para serem utilizados em grandes cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Santiago, Bogotá e a capital mexicana.

O maior acordo da subsidiária da Embraer, entretanto, refere-se à entrega de 200 eVTOLs para a empresa de helicópteros Halo, que pretende utilizar as aeronaves para atender os mercados dos Estados Unidos e Reino Unido. A Eve também fechou um acordo para fornecer carros voadores à Ásia e à África.

Carros voadores da Eve

Voo experimental com protótipo de carro voador da Embraer foi realizado em março de 2021. (Fonte: YouTube/Eve/Reprodução)
Voo experimental com protótipo de carro voador da Embraer foi realizado em março de 2021. (Fonte: YouTube/Eve/Reprodução)

A Embraer ainda não deu muitos detalhes de como será o seu veículo aéreo elétrico (EVA). Durante o Uber Elevate 2018, a companhia apresentou o conceito de seu carro voador, que era impulsionado por oito hélices verticais em duas linhas paralelas na parte superior e uma hélice horizontal traseira. O eVTOL conceito é capaz de transportar quatro pessoas, além do piloto.

O primeiro protótipo da aeronave, no entanto, é um pouco diferente. Em imagens de um voo-teste realizado a partir da sede da Embraer, em Gavião Peixoto (SP), é possível notar um total de dez hélices, sendo oito para a movimentação vertical, agrupadas em duplas, e duas de impulso horizontal.

O modelo de carros voadores está em fase inicial de desenvolvimento e, por enquanto, não pode transportar passageiros. O comando do voo experimental foi realizado de forma remota, mas os softwares de controle da aeronave a serem utilizados pelo piloto já estão prontos. Recentemente, a Embraer também realizou um voo em simulador para testar o sistema.

Mobilidade Urbana Aérea (UAM)

A Embraer também tem buscado parcerias para o desenvolvimento do ecossistema de mobilidade urbana aérea. (Fonte: Eve/Divulgação)
A Embraer também tem buscado parcerias para o desenvolvimento do ecossistema de mobilidade urbana aérea. (Fonte: Eve/Divulgação)

O desenvolvimento de carros voadores não é o único desafio enfrentado para promover a mobilidade urbana aérea. O desenvolvimento de uma infraestrutura adequada para pousos, decolagens e tráfego dos carros voadores é um item fundamental para ajudar a tecnologia a se tornar mais barata e decolar.

Em um artigo, pesquisadores do Massachuttets Institute of Technology (MIT) apontam que os carros voadores podem atrair uma demanda significativa de passageiros, por oferecerem economia de tempo nas viagens e uma maior conveniência.

Para realizar um estudo de conceito de operação de veículos no Brasil, a Embraer fechou parceria com a Skyports, especialista na construção de infraestrutura para táxi aéreo. As duas empresas já desenvolveram um conceito de operações com a Airservices Australia e também colaboram para o desenvolvimento de UAM no Reino Unido.

Fonte: Eve, Helisul, Agência Brasil, MIT.

Este conteúdo foi útil para você?

109340cookie-checkEmbraer quer lançar carros voadores no Brasil até 2026