Kombi motorhome: como é ter uma casa sobre rodas?

4 de julho de 2022 4 mins. de leitura
Adeptos do motorhome precisam praticar o desapego

Mais comum nos Estados Unidos e na Europa, as kombis motorhome se tornam o lar de quem quer adotar um estilo de vida livre. Afinal, ter uma casa sobre rodas tem suas vantagens. Apesar de no Brasil não existirem dados oficiais da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) sobre quantos motorhomes são registrados no país, empresas que fazem customização e venda de kombi home sentiram um aumento no número de adeptos depois da pandemia de covid-19.

A kombi é a favorita de quem quer adaptar um veículo para chamar de lar. O modelo queridinho da Volkswagen é velho conhecido e permaneceu por 56 anos na linha de produção: de 1957 a 2013.

No Brasil, mais de 1,56 milhão de unidades foram produzidas na fábrica da Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). O utilitário da marca alemã é tão aclamado no Brasil que ganhou até um dia em sua homenagem: 2 de setembro – Dia Nacional da Kombi.

A palavra kombi, usada no Brasil e no México, é derivada de “Kombinationfarhzeug” que significa veículo de uso combinado, em alemão. Em Portugal, a kombi é chamada de “pão de forma”. Além dessas características, o veículo leva a fama de “1001 utilidades”.

Espalhada pelo mundo, a kombi foi e é útil para transporte de pessoas, carga e também pode ser adaptada como casa sobre rodas. A arquitetura aplicada no projeto ajudou a transformá-la no xodó dos “nômades” e adeptos à kombi home: espaço interno de 4,8 m³.

Espalhada pelo mundo, a kombi é útil para transporte de pessoas, carga e também pode ser adaptada como casa sobre rodas. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Houve um aumento no número de adeptos da kombi home durante a pandemia de covid-19, Isso porque houve necessidade de distanciamento social e oscilação na oferta de serviços de turismo. Algumas empresas brasileiras especializadas em construção e comercialização de kombi motorhomes relataram um aumento de até 80% nas vendas.

Leia mais:

Como serão as rodovias no futuro?

Conferências ambientais ditam os próximos passos da humanidade

Pendularidade no transporte: o que é e quais são os seus efeitos?

Mas nem tudo é regado a alegrias. Para se ter uma kombi motorhome e fazer dela sinônimo de aconchego, é preciso adotar alguns cuidados e se adaptar ao estilo de vida minimalista.

Para se viver em uma kombi motorhome, é preciso praticar o desapego. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Kombi Motorhome: Quais as dificuldades do lar itinerante?

Espaço

Adaptar uma vida, ou mais, dentro de uma kombi home não é das tarefas mais fáceis. É preciso um “jogo de cintura” para encaixar o básico de sobrevivência em um espaço reduzido.

Mesmo com a ajuda do projeto de arquitetura original do veículo que deixou o espaço interno mais aproveitável, é preciso planejamento e consciência de quem pretende morar em uma kombi mortorhome, já que comparado a uma casa tradicional os “cômodos” perdem mobilidade.

Minimalismo e desapego

Esbarrar em objetos o tempo todo não é legal. Por isso, manter a organização e se desapegar de itens desnecessários são um dos desafios enfrentados pelos adeptos da vida a bordo de uma kombi home. Afinal quanto menor o ambiente, mais organizado e milimetricamente pensado ele precisa ser.

Solidão

Essa dificuldade depende muito do perfil do viajante. Mas a tecnologia ajuda muito por meio de reencontros digitais. Os “motorhomeiros de carteirinha” dizem sempre incluir no planejamento de viagem, uma paradinha por locais onde têm amigos e familiares, para matar a saudade. Mas uma vantagem desse tema é que estar sempre na estrada também possibilita conhecer gente nova e colecionar amigos por onde quer que esteja.

Logística

Por mais que seja muito legal ter o “mundo” como quintal e simplesmente girar a chave e escolher o melhor cenário, é necessário planejamento para viajar e viver em uma kombi home.

Para isso existem até alguns grupos de ajuda em redes sociais onde os “motorhomeiros” compartilham dicas de trechos mais seguros e de deslocamento mais eficiente.

A logística de uma kombi home inclui também a busca por espaços adequados para estacionar os veículos que são maiores que os tradicionais. Além disso, na hora de estacionar para dormir é melhor optar por locais seguros.

Uma dica compartilhada pelos viajantes brasileiros é utilizar postos de combustíveis e campings que, além de mais seguros, por conta do movimento constante, oferecem infraestrutura para descarte correto de detritos que são acumulados durante as viagens.

Quer saber mais? Confira aqui a opinião e explicação dos nossos parceiros especialistas em Mobilidade.

Fonte: Sobrevivencialismo, Viajando com Moises.

144630cookie-checkKombi motorhome: como é ter uma casa sobre rodas?