O que são carros híbridos e como funcionam?

O que são carros híbridos e como funcionam?
Eles combinam motores a combustão e elétricos para chegar a um meio-termo entre consciência ambiental e praticidade

Os carros híbridos são uma alternativa viável para quem deseja ser mais sustentável, mas ainda não pode se dar ao luxo de ter um modelo elétrico; isso porque eles têm dois motores: um que funciona com combustível comum e outro por eletricidade. Esses modelos gastam muito menos gasolina e não dependem de tomadas para funcionar, unindo o melhor dos dois mundos.

(Fonte: Jornal do Carro/Estadão)


É importante observar que existem vários tipos de carros híbridos, que se diferenciam pela forma como utilizam cada motor. O sistema mais comum é o híbrido misto, no qual a central eletrônica faz cálculos o tempo todo para decidir qual fonte de energia deve ser usada em cada momento. Geralmente, é possível rodar na cidade apenas com o motor elétrico, gastando muito pouco ou nenhum combustível. Quando o carro acelera ou a bateria acaba, o motor a combustão é acionado.

Já nos carros híbridos com sistema paralelo, os dois motores estão sempre ativos. Normalmente, o motor a combustão atua no eixo traseiro e o elétrico, no dianteiro. Alguns modelos, como o BMW i8, tem até dois motores elétricos no eixo frontal. Essa solução também gera economia de combustível, afinal a fonte de energia a combustão é menos exigida. Além disso, o sistema paralelo é mais simples e necessita de baterias menores.

(Fonte: BMW/Divulgação)

Por fim, há os carros híbridos em série. Nesse sistema, o motor a combustão é utilizado apenas para carregar as baterias. Essas, por sua vez, alimentam o motor elétrico que movimenta o carro de fato. Essa solução é a que mais se aproxima dos veículos totalmente elétricos, porém ainda com a praticidade do motor a combustão para aumentar sua autonomia.

Os carros híbridos plug-in

Os carros híbridos também podem recarregar sua bateria de outras duas formas. Nos modelos mais simples e baratos, isso acontece apenas pela energia das frenagens e pelo motor a combustão, porém automóveis mais modernos e luxuosos permitem carregar as baterias na tomada, como em um carro 100% elétrico, nos chamados híbridos plug-in.

Recentemente surgiu um novo tipo de carro híbrido: mild hybrid ou híbrido leve, com geradores de 48 volts, bem pequenos, que dão apenas uma "forcinha" para o motor a combustão trabalhar menos e economizar combustível em algumas situações. O consumo pode ser até 10% menor.

Carros híbridos no Brasil

Os carros totalmente elétricos ainda têm preços altos no Brasil, mas os híbridos estão cada vez mais acessíveis. Isso fez com que as vendas aumentassem de 373 para cerca de 1,6 mil exemplares entre janeiro de 2019 e 2020. A maior parte desse volume (1.272 automóveis, mais especificamente) foi comercializada pela Toyota.

A nova geração do Corolla tem duas opções de acabamento com tecnologia híbrida comercializadas por aproximadamente R$ 125 mil, um pouco acima das alternativas comuns. A fabricante também vende no País o Prius, o primeiro carro híbrido produzido em larga escala, desde 1997, e o SUV RAV4, que custam R$ 134.990 e R$ 176.990, respectivamente.

(Fonte: Toyota/Divulgação)


Além da japonesa, a Volvo oferece uma linha diversificada de híbridos no mercado brasileiro. O mais acessível é o SUV XC40, com preço na casa dos R$ 230 mil. Estão disponíveis modelos maiores, como o XC60 e XC90, além dos sedãs S60 e S90. Os modelos da sueca se diferenciam dos Toyota por serem do tipo plug-in hybrid, cujas baterias podem ser recarregadas na tomada.

Por fim, há outras fabricantes de luxo que vendem modelos com motor elétrico no País, como Porsche, BMW, Audi e Mercedes. A Jeep também já anunciou a comercialização de versões híbridas dos SUVs Renegade e Compass ainda em 2020.

Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre como a mobilidade pode melhorar os espaços.

Evento de Mobilidade - Evento de Mobilidade - Summit Mobilidade Estadão