Bairros industriais: o que são e quais são suas vantagens

7 de junho de 2022 3 mins. de leitura
Saiba o que são bairros industriais e entenda as principais diferenças em relação às áreas residenciais

Os bairros industriais, conhecidos também como parques industriais, começaram a ser pensados após a década de 1980, quando os debates sobre planejamento urbano ganharam força no Brasil. Diferentemente das áreas residenciais, que são marcadas pela construção de prédios e casas para moradia, nos bairros industriais predominam as atividades industriais, com diversas fábricas ocupando o local e produzindo nele.

(Unsplash/Reprodução)
Bairros industriais tendem a gerar diversos benefícios para a cidade. (Fonte: Unsplash/Reprodução)

As vantagens desses bairros são múltiplas, já que eles tendem a ser planejados pelos gestores públicos para tornar os municípios mais atrativos para as indústrias. Por isso, além de serem criados em regiões estratégicas, próximas a aeroportos, portos ou rodovias, têm um amplo fornecimento de serviços básicos como água, luz, internet e transporte público.

Esses aspectos fazem que as indústrias queiram instalar as atividades na cidade, gerando empregos e movimentando a economia local. Assim, com o passar do tempo, a maior arrecadação de dinheiro contribui para o desenvolvimento do município e para a melhoria dos serviços públicos.

Além disso, a alocação das indústrias em bairros mais distantes do centro urbano contribui para a circulação nas vias urbanas, que ficam menos sobrecarregadas, e para a melhoria da qualidade do ar nos bairros residenciais, uma vez que as indústrias tendem a afetar esses locais com a poluição.

Leia também:

Bairros industriais: exemplos em cidades brasileiras

(Unsplash/Reprodução)
São Paulo é a cidade com os maiores bairros industriais do Brasil. (Fonte: Unsplash/Reprodução)

Os bairros industriais estão presentes em cidades de diferentes regiões do Brasil. Jaguaré é um bairro da Zona Oeste de São Paulo que começou a ganhar força em 1935, após ser dividido em três áreas: comercial, industrial e residencial. Isso fez que o bairro atraísse grande quantidade de empresas, que, além dos benefícios citados, viram como vantagem o fato de estar próximas à mão de obra.

Apesar de ter passado por momentos de instabilidade econômica e social, Jaguaré continua sendo um local muito explorado pelas indústrias, o que também tem favorecido o mercado imobiliário da região.

Outro exemplo é a Cidade Industrial de Curitiba (CIC), que foi fundada em 1970 e rapidamente se tornou o maior bairro da capital paranaense. Com foco em atender principalmente a novas indústrias, o local fica no Contorno Sul da cidade, oferecendo fácil acesso a rodovias para o aeroporto de Curitiba e o porto de Paranaguá, além de outros Estados.

Metrópoles como Brasília (DF), Belo Horizonte (MG) e Porto Alegre (RS) também têm bairros dedicados à atividade industrial e que cada vez mais se tornam atrativos para empresas nacionais e internacionais.

Quer saber mais? Confira aqui a opinião e explicação dos nossos parceiros especialistas em Mobilidade.

Fonte: VivaUrba, Prefeitura de Curitiba, Curitiba S/A

Este conteúdo foi útil para você?

137460cookie-checkBairros industriais: o que são e quais são suas vantagens