Empresa japonesa quer lançar carros voadores em 2023

16 de outubro de 2020 4 mins. de leitura
SkyDrive Inc realizou recentemente testes com sucesso e quer lançar seus carros voadores comercialmente em poucos anos

Junto aos carros elétricos e autônomos, os carros voadores são grandes promessas do mercado de mobilidade urbana para as próximas décadas. Embora os dois primeiros pareçam mais próximos da realidade — afinal, já há carros elétricos e algumas tecnologias autônomas rodando nas ruas —, veículos voadores também não estão muito longe de virar uma realidade.

Conheça o maior e mais relevante evento de mobilidade urbana do Brasil

Uma empresa japonesa está prometendo o lançamento comercial de um carro voador em 2023. A SkyDrive Inc apresentou o primeiro teste do modelo SD-03 no final de agosto. O veículo fez um breve sobrevoo de cerca de 4 minutos, a uma altura de 2 metros, em um campo de testes, carregando um passageiro a bordo.

Embora 4 minutos a 2 metros possa parecer pouco para que um carro voador tenha uma função prática, o sucesso de um teste com passageiros representa um passo importante no desenvolvimento da tecnologia. 

A SkyDrive acredita que voar por 30 minutos a 65 km/h seria o suficiente para que o SD-03 tivesse apelo comercial. A partir daí, surgem as estimativas de lançamento comercial em 2023.

Um carro voador prático e acessível

O protótipo apresentado em agosto lembra bastante um drone, com quatro hélices nas extremidades do veículo. Elas permitem que o SD-03 decole e pouse verticalmente — o que é considerado essencial para que os carros voadores sejam utilizados nas grandes cidades, sem precisar de pistas, como aviões. Esse tipo de veículo é conhecido pela sigla em inglês VTOL (vertical take-off and landing).

Leia mais sobre o mercado dos carros autônomos

No entanto, o grande destaque do design é seu tamanho compacto: com 4 metros de comprimento, 3,5 metros de largura e 1,5 metro de altura, o SD-03 ocupa o mesmo espaço de dois carros comuns estacionados. 

Dessa forma, ele pode pousar em espaços muito menores do que os helicópteros conseguem hoje em dia. Além disso, o modelo possui motores elétricos muito mais silenciosos do que as hélices das aeronaves atuais. 

Carros voadores: estratégias para a mobilidade do futuro

O CEO da SkyDrive, Tomoshiro Fukuzawa, afirmou em nota que quer “realizar uma sociedade em que carros voadores são um meio de transporte acessível e conveniente. Em entrevista ao jornal Japan Times, Fukuzawa disse que uma corrida no serviço de táxi que a empresa pretende lançar no Japão custará menos do que um voo de helicóptero e que o carro em si custará o mesmo que um automóvel de luxo atualmente. 

Protótipo da SkyDrive tem o tamanho de dois carros comuns, o que o torna mais prático nas grandes cidades. (Fonte: SkyDrive/Reprodução)
Protótipo da SkyDrive tem o tamanho de dois carros comuns, o que o torna mais prático nas grandes cidades. (Fonte: SkyDrive/Reprodução)

Uma proposta promissora — e um grande negócio

A SkyDrive também anunciou, recentemente, o seu centésimo acordo comercial: entre os patrocinadores do projeto estão grandes conglomerados do Japão, como Panasonic, Sony e Mizuno. 

Talvez eles estejam interessados no grande mercado potencial para os carros voadores, estimado em US& 1,5 trilhão em 2040, segundo estimativas da consultoria Morgan Stanley, divulgadas pelo Japan Times.

Até lá, os próximos passos para a SkyDrive envolvem o lançamento de um serviço de táxis aéreos em Osaka. Essa, aliás, é a promessa da empresa para 2023. Fuzukawa disse que espera vender 100 exemplares em 2028, pelo menos. 

Fonte: Japan Times, SkyDrive

Já conhece o Estadão Summit Mobilidade Urbana? Saiba o que rolou na última edição do evento em versão online e gratuita.

Gostou? Compartilhe!