Summit Mobilidade

Carros populares podem ter até 10,96% de redução nos preços

30 de junho de 2023 4 mins. de leitura
A possível redução nos valores de carros populares no Brasil deve ser colocada em prática ainda neste ano, por meio da Medida Provisória

O Governo Federal anunciou na última quinta-feira (25/05) que planeja reduzir em até 10,96% o preço dos carros populares vendidos no Brasil. A medida será oficializada a partir de junho de 2023. Automóveis com motor 1.0, mais compactos, devem ser priorizados pela proposta.

Com a iniciativa, espera-se que o mercado da indústria automobilística volte a aquecer no Brasil. Contudo, o desconto somente será válido para automóveis com valor de até 120 mil reais.

Leia também:

Entenda o motivo da possível redução no preço de carros populares

No final de maio de 2023, o presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu com representantes do setor automotivo. Na ocasião, foram discutidas medidas para tornar esse mercado mais competitivo e auxiliar os fabricantes automobilísticos.

Na prática, os descontos nos carros populares serão a partir de 1,5% até o teto máximo de 10,96%. Entretanto, a medida terá um tempo para ser implementada, sendo de caráter transitório. Porém, as datas de início e de final ainda não foram anunciadas, uma vez que os detalhes da proposta serão divulgados integralmente apenas em junho.

O projeto leva em conta, sobretudo, a ociosidade no setor automobilístico, que hoje está estimada em 50% da sua capacidade por dificuldades junto ao mercado. A diminuição do poder de compra do brasileiro também impacta esse setor.

A redução no valor do imposto levará em conta questões como eficiência energética e densidade industrial, para além do preço. No caso da eficiência energética, a iniciativa visa diminuir a poluição causada pelo uso de combustíveis fósseis, como o petróleo e seus derivados. 

Já por densidade industrial, entende-se a mobilização e promoção de ações e recursos, como investimento e produção física, para o desenvolvimento da indústria. Com isso, espera-se que carros produzidos com peças e outros itens nacionais sejam mais baratos do que aqueles fabricados com insumos importados.

Além de aumentar a compra dos carros populares por parte dos consumidores, a expectativa é de que tal ação também estimule um aumento no número de empregos no setor.

Governo Federal vai reduzir impostos no setor automobilístico como medida para baratear o preço dos carros populares no Brasil. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Na oportunidade, o vice-presidente da República Geraldo Alckmin destacou a necessidade de reduzir o valor dos carros populares. Atualmente, eles estão avaliados em uma média de R$70 mil, dificultando seu acesso por parte dos consumidores. 

Presume-se que essa média de preço diminua com a redução dos tributos cobrados, como o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e o PIS-Cofins, este último que financia a seguridade social.

Inflação elevou preço dos carros populares nos últimos anos

Entre as razões que fizeram com que os valores de carros populares fossem elevados nos últimos tempos está a inflação

O índice passou a aumentar principalmente durante a pandemia, entre os anos de 2020 e 2022. Nessa época, a média de preço dos carros populares avançou 51,5%, segundo dados divulgados pela consultoria Jato.

Outro fator que também fez com que os preços dos carros populares ficassem cada vez mais altos foi a falta de insumos para sua produção, como os semicondutores, entre outras matérias-primas usadas.

Descubra o preço dos carros populares mais baratos em 2023 no Brasil

Atualmente, os carros populares 0km mais em conta vendidos no Brasil são o Renault Kwid, versão Zen, e o Fiat Mob. Ambos estão avaliados em R$69 mil, cada.

A título de comparação, entre os carros populares comercializados no Brasil em 2013 estava o Fiat Uno Mille. Nesse ano, inclusive, o veículo saiu de linha no País, momento em que se lançou a versão de despedida chamada Grazie Mille, vendida por R$ 31.200 à época.

Fontes: Planalto, Correio Braziliense, Bora Investir | B3, Folha de São Paulo, Motor 1

187920cookie-checkCarros populares podem ter até 10,96% de redução nos preços