Com quantos pontos o motorista perde a carteira em cada país?

16 de agosto de 2022 4 mins. de leitura

Conheça as regras para a suspensão da carteira de motorista em diferentes locais do mundo

Publicidade

Idealizado na Alemanha em 1974, o sistema de pontos foi amplamente adotado por outras nações ao comprovar a eficácia na diminuição de mortes e incidentes no trânsito.

Consistindo em atribuir pontos para infrações, o sistema pode fazer que o motorista tenha a carteira suspensa caso atinja a pontuação máxima em determinado período. A regra, que varia de um país para outro, tem sido apoiada por diversos especialistas em mobilidade urbana nas últimas décadas.

Saiba como se perde a carteira de motorista em diferentes países.

1. Alemanha

(Unsplash/Reprodução)
(Fonte: Unsplash/Reprodução)

Com um limite de oito pontos em dois anos e meio, a Alemanha é um dos países mais rigorosos quando se trata de leis de trânsito. Antes da medida mais severa, a suspensão da licença, o motorista recebe advertências e é obrigado a participar de palestras de conscientização.

No entanto, ao marcar oito pontos na carteira, o condutor é obrigado a ficar pelo menos um mês sem assumir a direção. O prazo pode ser estendido pelas autoridades dependendo das infrações e das recorrências.

2. Holanda

(Unsplash/Reprodução)
(Fonte: Unsplash/Reprodução)

A Holanda tem regras diferentes para os motoristas de lá, que variam de acordo com o tempo em que a pessoa tem a licença. Nos primeiros cinco anos de carteira, os condutores não podem atingir o máximo de dois pontos, senão é necessário passar novamente por todos os testes de direção.

Apesar das regras serem mais flexíveis para aqueles que já têm o documento há mais tempo, o país determina que infrações graves, como adotar um comportamento perigoso na via ou provocar mortes ou incidentes, levem a suspensão imediata da licença.

3. Brasil

(Unsplash/Reprodução)
(Fonte: Unsplash/Reprodução)

O limite de pontos na carteira dobrou recentemente no Brasil, permitindo que os motoristas possam ter até 40 pontos no documento. Todavia, com o intuito de controlar os números de incidentes, no País também foram estipuladas regras em que o condutor tem a habilitação suspensa:

  • com 20 pontos caso duas das infrações sejam consideradas gravíssimas;
  • com 30 pontos caso uma das infrações seja gravíssima;
  • com 40 pontos caso nenhuma das infrações seja gravíssima.

Todas as regras consideram as infrações cometidas no prazo de um ano.

Leia também:

4. Estados Unidos

(Unsplash/Reprodução)
(Fonte: Unsplash/Reprodução)

Nos Estados Unidos, as regras para a perda da licença variam de um estado para outro, já que eles têm autonomia para determinar as próprias legislações de trânsito. Como exemplo, enquanto em Nova York o motorista perde o direito de dirigir ao atingir 11 pontos na carteira ou ter três multas por excesso de velocidade, no Texas os valores que devem ser pagos são estipulados cada vez que o motorista atinge determinada pontuação, tendo a carteira suspensa apenas caso não pague as multas recebidas.

5. Japão

(Unsplash/Reprodução)
(Fonte: Unsplash/Reprodução)

O Japão tem um sistema de pontuação que também é muito diferente do de outros países. Lá, os motoristas que têm de 6 a 14 pontos na carteira podem ter o documento suspenso por um prazo de até seis meses — tempo que varia de acordo com as infrações cometidas.

Para aqueles que tiverem uma pontuação acima de 15, o prazo é ampliado para um ano. Em ambos os casos, a licença pode ser ainda cancelada caso o motorista repita as infrações com frequência.

Fonte: Mobilize.

147780cookie-checkCom quantos pontos o motorista perde a carteira em cada país?

Webstories