Summit Mobilidade

Janeiro Branco: como cuidar da saúde mental no trânsito?

1 de fevereiro de 2023 3 mins. de leitura
“A vida pede equilíbrio” foi o tema escolhido para a campanha Janeiro Branco, de 2023

Os cuidados com a saúde mental muitas vezes são deixados de lado ou encarados isoladamente, como se não estivessem relacionados a uma boa rotina de sono, à alimentação adequada e ao respeito aos próprios limites. Pensando nisso, a campanha Janeiro Branco é importante para chamar a atenção para o tema, promovendo a busca de equilíbrio e a prevenção de doenças geradas pelo estresse prolongado e outros transtornos, como a depressão.

Para motoristas, também é necessário encarar essa oportunidade para avaliar os malefícios da falta de cuidados, comumente associados a acidentes, brigas de trânsito e até à sensação de esgotamento, o que pode comprometer a qualidade de vida.

(Fonte: Shutterstock/Reprodução)
Campanha Janeiro Branco, de 2023, chama a atenção para a promoção de cuidados na rotina. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Cuidados na rotina

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil figura entre os países que apresentam os maiores índices de depressão e ansiedade. Alguns cuidados, portanto, podem promover a saúde mental e melhor qualidade de vida, como buscar manter a rotina organizada, reduzindo o estresse.

Por mais comum que pareça, tal medida evita que imprevistos no trajeto, como desvios, sejam encarados como um problema superdimensionado. Acompanhar noticiários e usar apps que monitoram o trânsito em tempo real também pode minimizar os efeitos dos eventos que fazem parte da rotina de quem dirige.

Além do maior perigo de se acidentar nesse tipo de situação, encarada sob uma ótica desfavorável, a chance de cometer infrações aumenta, o que pode implicar gastos desnecessários com multas e reparo do automóvel, bem como o comprometimento da carteira de motorista.

Realizar uma pesquisa de preço em postos de gasolina e manter a manutenção do veículo em dia também são medidas que podem estimular economia a longo prazo, fazendo que eventuais flutuações no valor do combustível pesem menos.

Leia também:

Atenção dentro e fora do veículo

Fora do veículo, é fundamental reservar um período do dia não apenas para atender às necessidades básicas, mas também para repousar e fazer tarefas como ler artigos de temas de interesse ou realizar atividades físicas para aliviar a tensão do cotidiano.

Na persistência de sentimentos negativos e da sensação de que algo não vai bem, procurar ajuda de especialistas pode ser a melhor saída para enfrentar um período mais desafiador com sabedoria. Afinal, por mais que algumas situações sejam desconfortáveis, é importante não ignorar os sinais que o corpo dá.

Mudanças repentinas de humor e nos padrões de sono também podem ser um indício de que chegou a hora de buscar auxílio médico, já que subestimar os sintomas pode agravar os transtornos, comprometendo a saúde mental e física e afetando, consequentemente, toda a rotina.

Fonte: Flex Automotiva, Governo do Estado do Espírito Santo

168470cookie-checkJaneiro Branco: como cuidar da saúde mental no trânsito?