Moto automática: como funciona e 4 modelos para conhecer

15 de março de 2023 3 mins. de leitura

Modelo oferece mais praticidade no deslocamento, sendo procurado por iniciantes

Publicidade

Com uma moto automática, deslocar-se com autonomia, praticidade e economia pode ser muito mais fácil do que se imagina. Também conhecida como scooter, trata-se de uma excelente opção para percorrer pequenas e médias distâncias com maior conforto porque, diferentemente das motocicletas, as motos automáticas têm assento maior.

Para quem está iniciando nesse universo e não está em busca de um veículo com grande desempenho, as scooters se destacam como uma opção convidativa. Elas tornam a condução mais prática, exigindo que o condutor controle apenas a direção e a velocidade graças ao câmbio automático.

Entre os modelos disponíveis no mercado, é possível optar por motos automáticas que não sejam tão pequenas e tenham maior espaço para guardar itens no porta-objetos, por exemplo. Confira quatro modelos que são destaque no segmento.

1. Honda Elite 125

(Fonte: Honda/Divulgação)
Modelo pode ser encontrado a partir de R$ 12 mil. (Fonte: Honda/Divulgação)

Esse modelo de scooter da Honda tem painel digital que exibe velocímetro, relógio, nível de combustível, luz espiã e hodômetro. A Honda Elite 125 também tem gancho para facilitar o transporte de bolsa ou mochila, câmbio automático e sistema de freios CBS que torna o deslocamento mais seguro e confortável. Outra vantagem é a economia de combustível, com tanque de 6,4 litros. O motor tem potência máxima de 9,34 cavalos a 7.500 rotações por minuto (RPM).

2. Honda PCX DLX ABS

(Fonte: Honda/Divulgação)
Versão PCX DLX ABS tem valor sugerido de R$ 18 mil. (Fonte: Honda/Divulgação)

Sendo um modelo de moto automática mais robusto, com pneus mais largos, de 14 polegadas, disponível na cor azul metálica, é uma scooter que conta com freios no sistema ABS, além de motor OHC de 160 centímetros cúbicos e potência de 16 cavalos. O tanque da Honda PCX 2023 tem capacidade de 8 litros. Outro destaque é a presença de tomada USB no porta-luvas, assim como porta-objetos com capacidade de 30 litros.

Leia também:

3. Yamaha NEO 125 UBS

Modelo é um dos mais leves da categoria. (Fonte: Yamaha/Reprodução)
Modelo é um dos mais leves entre as motos automáticas, com valor a partir de R$ 11,9 mil. (Fonte: Yamaha/Reprodução)

A versão 2023 do modelo é a mais leve e potente da categoria, com 97 quilos e potência de 9,8 cavalos (8.000 rpm). A Yamaha Neo 125 também conta com sistema UBS, que permite a frenagem na parte dianteira pelo acionamento no freio traseiro, distribuindo o impacto de forma mais equilibrada. As rodas têm aro 14 polegadas, e o veículo tem faróis em LED. O tanque reserva da Neo 125 tem capacidade de 4,2 litros.

4. Suzuki Burgman 125i

(Fonte: Suzuki/Divulgação)
Carro-chefe da marca, a Burgman 125i tem preço sugerido de R$ 8,6 mil. (Fonte: Suzuki/Divulgação)

Essa moto automática é uma ótima opção para quem se desloca pela cidade, com tanque com 6 litros e 9 cavalos de potência (7.500 RPM). Destaca-se pelo maior espaço para o porta-objetos, permitindo guardar alguns modelos de capacete, além de porta-luvas mais espaçoso e gancho para pendurar sacolas ou mochila.

Quer saber mais? Confira aqui a opinião e a explicação de nossos parceiros especialistas em Mobilidade.

Fonte: Estadão

170490cookie-checkMoto automática: como funciona e 4 modelos para conhecer

Webstories