Summit Mobilidade

Motos voadoras: o que os novos modelos desenvolvidos prometem

24 de abril de 2023 3 mins. de leitura
Saiba mais do desenvolvimento de motos voadoras e dos potenciais benefícios delas

Em meio ao desenvolvimento de carros voadores, as motos estão sendo uma aposta de empresas do segmento. Uma delas é a Mayman Aerospace, startup da JetPack Aviation, fabricante de mochilas a jato que anunciou a pretensão de desenvolver motos voadoras em 2019 e passou a receber pré-encomendas.

Ao longo desse período, os objetivos da fabricante foram se ampliando, fazendo que as motos voadoras, inicialmente pensadas para atender a uso militar, também sejam disponibilizadas para o público em geral em uma versão mais leve, resultando em modificações no projeto de mobilidade aérea.

Dessa forma, a chamada Speeder será um modelo de moto voadora multiuso, com decolagem e pouso verticais, além de oito motores a jato alimentados por combustível Net Zero, com baixa emissão de carbono. Uma das vantagens será o fato de ela poder ser empregada no transporte de cargas ou em situações de emergência, como no resgate de vítimas.

(Fonte: Jetpack Aviation/Divulgação)
Modelo compacto de moto voadora poderá atender a diversos usos. (Fonte: JetPack Aviation/Divulgação)

Inovação e versatilidade no universo das motos voadoras

Ainda segundo a fabricante, o veículo poderá ter tanto voos pilotados quanto remotos e autônomos, sendo capaz de carregar cargas industriais de até 450 quilos com velocidade de até 800 quilômetros por hora sem presença de piloto no comando.

No modelo que estará disponível ao público em geral, a velocidade será menor, de até 90 quilômetros por hora. Além de menor ruído, outro benefício serão as dimensões próximas das motos comuns, resultando em um veículo mais leve. Embora seja especulado que o lançamento ocorra ainda em 2023, oficialmente não há uma data definida.

Uma vez que esteja disponível à venda, o uso das motos voadoras estará condicionado às exigências estabelecidas pelos órgãos reguladores dos Estados Unidos, país em que elas serão comercializadas inicialmente após o lançamento. O valor do veículo é estimado em torno de US$ 380 mil, beirando R$ 2 milhões na conversão atual.

Leia também:

(Fonte: Eve Air Mobility/Divulgação)
Carros voadores 100% elétricos estão sendo desenvolvidos por empresa brasileira. (Fonte: Eve Air Mobility/Divulgação)

Por dentro do desenvolvimento de veículos voadores no Brasil

No Brasil, a Eve Soluções de Mobilidade Aérea Urbana, pertencente à Embraer, tem atuado no desenvolvimento de um novo modelo de carro voador com previsão de lançamento para 2026.

No fim de dezembro de 2022, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o financiamento de R$ 490 milhões para as ações de pesquisa e desenvolvimento (P&D) do projeto, representando 75% do valor empregado nessas etapas.

O modelo de aeronave de decolagem e aterrissagem vertical elétrica (eVTOL) projetado, que será 100% elétrico e com capacidade para transportar cinco pessoas, incluindo o piloto, é uma das apostas para ampliar a oferta de modelos inovadores com uso de energias limpas e emissão de ruído até 90% inferior à de helicópteros.

Fonte: Interesting Engineering, Forbes, Jetpack Aviation, BNDES.

176740cookie-checkMotos voadoras: o que os novos modelos desenvolvidos prometem